Nina Pham foi recebida por Obama | REUTERS/Larry Downing
Nina Pham foi recebida por Obama| Foto: REUTERS/Larry Downing

A primeira enfermeira norte-americana diagnosticada com o ebola, Nina Pham, foi declarada curada por médicos do Instituto Nacional de Saúde nesta sexta-feira. Autoridades divulgaram uma declaração informando que a profissional de saúde está sendo liberada hoje do hospital em que recebeu tratamento, nos arredores de Washington.

Nina Pham participou de uma coletiva de imprensa durante a tarde e falou rapidamente. Em seu discurso, a enfermeira disse que se sente "feliz e abençoada em estar ali", pediu por privacidade nos próximos dias e agradeceu aos profissionais de saúde que participaram do seu tratamento.

Pham, de 26 anos, chegou ao centro clínico NIH na semana passada para continuar a luta contra o ebola, iniciada no hospital em que trabalhava em Dallas, Texas. Ela é uma das duas enfermeiras que foram infectadas pelo vírus enquanto tratavam de Thomas Eric Duncan, da Libéria, que morreu no dia 8 de outubro.

O diretor do instituto, Anthony Fauci, também falou à imprensa. Ele disse que Pham realizou cinco testes para verificar se ainda possuía o vírus ebola e todos eles tiveram resultado negativo. O tratamento foi realizado sem que fossem testadas drogas experimentais. Fauci ainda declarou que novas medidas de quarentena, mais restritivas, estão sendo consideradas para os indivíduos que foram expostos ao ebola.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]