Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Papa cumprimenta religiosos ao fim da missa | Reprodução/Vatican CTV
Papa cumprimenta religiosos ao fim da missa| Foto: Reprodução/Vatican CTV
  • Papa faz breve oração em frente à imagem de Nossa Senhora Aparecida
  • Papa celebra missa para religiosos
  • Missa deste sábado com o papa
  • Papa durante a missa na Catedral do Rio
  • Papa Francisco celebra missa
  • Papa beija a Bíblia após a proclamação do Evangelho
  • Papa na procissão de entrada da missa na Catedral Metropolitana do Rio
  • Religiosos que participam da missa na Catedral
  • Religiosos na Catedral Metropolitana
  • Imagem de Nossa Senhora Aparecida no interior da Catedral Metropolitana do Rio
  • Imagem externa da Catedral Metropolitana do Rio
  • Francisco chega à Catedral no papamóvel

O papa Francisco deixou na manhã deste sábado (27) a residência do Sumaré, no Rio de Janeiro, e rezou uma missa para religiosos na Catedral Metropolitana. A celebração teve aproximadamente 1h30 de duração.

O pontífice pediu aos bispos, sacerdotes e religiosos que participam da Santa Missa, na Catedral do Rio, que trabalhem para reforçar a fé e a evangelização dos jovens para a construção de um mundo mais fraterno. "Queremos anunciar o evangelho para os jovens ", disse o papa durante a homilia.

Confira fotos da missa na Catedral

Veja como foi a missa na Catedral Metropolitana

Ele pediu aos presentes que atendam ao chamado de Deus e cuidem dos mais pobres e marginalizados das periferias. "Devemos estar muito orgulhosos de nossa vocação que nos dá oportunidade de seguir o Cristo", destacou.

Na pregação, ele lembrou Madre Teresa de Calcutá. Ele chamou a atenção ainda para um recado da madre de que é preciso buscar os mais pobres. "Devemos ir a eles com alegria", disse.

Francisco esteve na catedral anteriormente esta semana, quando conversou com 5 mil peregrinos argentinos.

Desde a madrugada, bispos, sacerdotes, religiosos e seminaristas formaram uma longa fila no portão da Catedral de São Sebastião, na área central da cidade, enquanto aguardavam o momento de participar da Santa Missa, primeiro compromisso do papa Francisco na Jornada Mundial da Juventude (JMJ). A entrada só foi liberada a partir das 7h porque o sistema detector de metais ainda não estava montado.

Fiéis se emocionam ao ver o papa de perto

Muitos fiéis que assistiram à passagem do papamóvel na frente da Catedral Metropolitana no Rio de Janeiro na manhã deste sábado comemoravam a oportunidade de ter visto o papa Francisco de perto por duas vezes. "As pernas ficaram bambas, não acreditei quando ele voltou", contou Lizete de Souza Monteiro, de 50 anos. Ela e a família saíram de Madureira às 6h para garantir um bom lugar na grade. "Em Copacabana ficamos muito longe. Aqui foi muito melhor, pois estava vazio. Tive um acesso de choro", contou Natasha Rodrigues, de 26 anos. O papa reza uma missa para religiosos nesta manhã.

O grupo aproveitou a proximidade para entregar uma carta a Francisco. "Pedimos que ele providencie uma paróquia para nosso padre. Ele está com câncer e foi afastado, mas sente falta. É um excelente pároco", contou Rodrigues. O segurança do papa recebeu a carta e a família foi abençoada por Francisco. "Não sabia se ria ou se chorava. Foi uma emoção muito forte", contou Fernanda Monteiro, de 27 anos.

Por volta das 7 horas, os peregrinos começaram o dia com uma peregrinação de 9,5 quilômetros pelas ruas do rio. A concentração começou na Estação Central do Brasil, em frente ao Campo de Santana, e vai passar pelas avenidas Presidente Vargas e Rio Branco, pelo Aterro do Flamengo, Enseada de Botafogo, rua Lauro Sodré, Túnel Novo e termine na Avenida Princesa Isabel.

Papa tem agenda extensa neste sábado

O papa Francisco participa de diversas atividades neste sábado (27). A programação começou com a celebração da Santa Missa.

Às 11h30, o pontífice tem encontro com políticos, diplomatas, lideranças comunitárias, intelectuais, empresários, artistas e líderes das maiores comunidades religiosas do país, quando fará um discurso. Duas horas depois, no refeitório do Centro de Estudos do Sumaré, o santo padre almoça com os cardeais brasileiros, representantes da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a comitiva que o acompanha.

Às 19h30, o papa Francisco tem o último compromisso do dia, com a Vigília de Oração no palco central na Praia de Copacabana, onde estarão reunidos mais de 1,5 milhão de peregrinos, de acordo com estimativa dos organizadores da JMJ.

ImagensVeja fotos da missa na Catedral

Veja como foi a missa na Catedral Metropolitana

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]