Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado

A coordenação do projeto Trem Pé Vermelho realizará uma pesquisa de opinião, nos 13 municípios das regiões Norte e Noroeste do Paraná que deverão ser beneficiados, entre 22 e 26 de outubro. Na pesquisa, que é a última etapa do estudo de viabilidade antes da reativação do trem, a coordenação ouvirá usuários dos transportes coletivo e rodoviário, além daqueles que percorrem as rodovias em carros particulares. A realização do estudo será anunciada, oficialmente, na tarde desta segunda-feira (18), em Maringá.

Por meio da assessoria da Prefeitura, o coordenador do projeto no Laboratório de Transporte e Logística da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Rodolfo Philippi, explicou que "as entrevistas com os usuários do transporte coletivo e privado constituirão a base de dados que ajudarão a avaliar a viabilidade e implantação do transporte ferroviário regional de passageiros".

O trecho total do Trem Pé Vermelho é de 152 quilômetros. Ele começa em Paiçandu, passa por Maringá, Sarandi, Marialva, Mandaguari, Jandaia do Sul, Cambira, Apucarana, Arapongas, Rolândia, Cambé, Londrina e termina em Ibiporã. Se for reativado, atenderá uma população de aproximadamente 2 milhões de pessoas.

As discussões sobre a reativação do trem de passageiros começaram há cerca de quatro anos. O anúncio oficial da pesquisa de opinião deverá ser feita, em Maringá, pelo coordenador executivo do projeto, Paulo Thimóteo; pelo diretor-executivo da Agência de Desenvolvimento Terra Roxa, Alexandre Farina; pelo presidente da Urbamar, Fernando Camargo, além de Philippi e dos prefeitos dos municípios integrantes do projeto.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]