i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Prevenção

Evento alerta para o risco de choque

De janeiro a setembro, 75 acidentes envolvendo energia elétrica já foram registrados no Paraná

  • PorGuilherme Voitch
  • 06/11/2007 20:38

A Copel registrou 89 acidentes envolvendo energia elétrica no Paraná no ano passado. Em 2005, foram 91 e, até setembro deste ano, já haviam sido registrados 75 acidentes. Para que esses números não cresçam, a Copel promove até o próximo domingo a 2.ª Semana Nacional de Segurança em Energia Elétrica. O evento ocorre paralelamente em outras 63 companhias distribuidoras de eletricidade do Brasil com o apoio da Associação Brasileira de Distribuidoras de Energia Elétrica (Abradee).

Em Curitiba, a Copel montou uma estrutura de divulgação na Praça Rui Barbosa, no Centro. O diretor de distribuição da empresa, Ronald Ravedutti, participou do início das atividades de conscientização. "Desde que a gente nasce estamos em contato com a energia elétrica. Por isso, de certa forma, acabamos banalizando os cuidados. Nosso objetivo é orientar a população a se prevenir contra esse tipo de acidente", explica.

No Paraná, de acordo com a Copel, 36% dos acidentes se dão pelo toque na rede elétrica com objetos ou mesmo com a mão, 7% durante tarefas de pulverização ou de irrigação da lavoura, 5% na instalação de antenas externas de tevê ou pára-raios, 5% em obras de construção civil e manutenção predial e 2% por pipas e papagaios que encostam na rede elétrica. "Na verdade, o trabalho de prevenção é realizado por nós durante todo o ano. Temos equipes que visitam escolas, construções e agricultores, orientando de forma específica para cada realidade", diz Ravedutti.

Os temas escolhidos para a abordagem levam em conta as causas mais comuns de acidentes com energia elétrica. Entre as crianças são enfocados os cuidados necessários para empinar pipas ou papagaios sem risco de choque elétrico. Na construção civil e setor de manutenção predial o alerta é para os cuidados na montagem, transporte ou manuseio de componentes, peças e estruturas metálicas perto da rede elétrica. No meio rural, o tema da explicação é a atenção no aterramento de cercas e na movimentação de pulverizadores, hastes de irrigação e outros equipamentos de porte sob a fiação elétrica. Já ao público em geral destaca-se os cuidados para instalar e fazer a manutenção dos enfeites natalinos, uso seguro de cercas elétricas e o risco de acidentes decorrentes de intervenções indevidas na rede elétrica ou em seus componentes (ligações clandestinas, manipulação dos equipamentos de medição de consumo e o furto de cabos e condutores).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.