i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Santo André

Faixa de solidariedade é colocada na casa de Nayara

Garota está hospedada na casa de parentes em São Bernardo. Um tio da garota disse que ela está bem

  • PorG1/Globo.com
  • 23/10/2008 17:10

Nayara sai do hospital e vai para um apartamento de parentes: veja o video

Uma faixa em solidariedade a Nayara Rodrigues da Silva, de 15 anos, foi colocada em frente à casa da garota, em Santo André, no ABC. Nesta quinta-feira (23), apenas um tio da adolescente apareceu na casa para pegar roupas e disse que a sobrinha está bem.

Após ter alta do hospital na quarta-feira (22), Nayara nem foi pra casa. A família preferiu levá-la para o apartamento de parentes, em São Bernardo do Campo, também no ABC. Na manhã desta quinta, não houve movimentação no prédio onde a adolescente está hospedada. Na portaria, a ordem é não informar nem o número do apartamento para preservar a privacidade da garota.

A adolescente levou um tiro no rosto e precisou passar por cirurgia após ser feita refém pelo ex-namorado de sua amiga Eloá Cristina Pimentel, de 15 anos, em Santo André, no ABC.

Sorridente

Uma adolescente um pouco acanhada e sorridente. No hospital, carregando um bicho de pelúcia, Nayara acenou para a imprensa e, logo depois, foi prestar depoimento. Assim que o depoimento terminou, Nayara saiu do hospital numa van da Guarda Civil Municipal em direção a São Bernardo do Campo. Ela chegou ao prédio escoltada por policiais e com a cabeça coberta por uma toalha.

Depoimento

Em depoimento para a polícia na quarta, Nayara disse que Lindemberg Alves não havia atirado antes da invasão do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) ao apartamento onde ela e a amiga Eloá eram mantidas reféns na sexta-feira (17). A polícia diz que só invadiu o local porque ouviu um barulho de tiro vindo do apartamento.

Dois dias após ser libertada pelo seqüestrador, Nayara voltou ao apartamento, atitude que causou polêmica. No sábado (19), após o fim do seqüestro, o comandante da tropa de choque responsável pela operação, Eduardo José Félix, disse que ela era uma adolescente madura.

No fim da noite de quarta, no entanto, o comandante mudou de idéia quanto à maturidade da garota. Questionado se ela havia mentido ao dizer que não houve tiro antes da invasão, ele afirmou que a garota poderia estar confusa. "Ela não mentiu. Ela é uma menina, pode estar confusa é só uma menina", afirmou Félix.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.