i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
PL 399/15

As falhas nos argumentos de defensores da liberação do plantio de maconha no Brasil

  • Por Leonardo Desideri
  • Brasília
  • 17/09/2020 20:00
plantação de maconha
Projeto de lei que tramita na Câmara pode permitir o plantio de maconha no Brasil.| Foto: Polícia Federal

Um substitutivo do projeto de lei 399/15, que tramita na Câmara, propõe liberar o plantio de maconha no Brasil, com a alegação principal de que é necessário baratear os custos dos medicamentos à base da Cannabis sativa no país. Mas, desde o último dia 10, quando o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, anunciou que pretende oferecer esses remédios gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS), defensores da liberação do plantio perderam seu principal argumento.

O lobby pela liberação do plantio de maconha no Brasil começou a ganhar mais força depois que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou duas normativas – em dezembro de 2019 e fevereiro de 2020 – tornando possíveis a comercialização de produtos à base de Cannabis no Brasil. No caso do uso para fins medicinais, isso significa basicamente a comercialização de produtos com canabidiol, única das centenas de substâncias encontradas na maconha cuja eficácia para tratamentos médicos já se comprovou cientificamente.

Empresas brasileiras já podem importar os insumos para a produção de medicamentos com canabidiol, mas o cultivo da maconha dentro do país continua proibido. Segundo Roberto Lasserre, coordenador do Movimento Brasil Sem Drogas, somente cerca de 4 mil famílias no Brasil não têm outra alternativa além do canabidiol. Dada a pequena quantidade realmente necessária, o SUS teria condições de oferecer gratuitamente esses produtos para todos os brasileiros que precisam.

“O Ministério da Saúde, juntamente com a Anvisa, já estão providenciando o fornecimento gratuito do medicamento à base de Cannabis no Brasil. Ou seja, o argumento de que se plantaria maconha no Brasil para baratear os custos do remédio cai por terra. Se você fornece gratuitamente esses medicamentos que eles dizem que são caros – e alguns são caros, realmente –, se você entrega gratuitamente para essas 4 mil famílias que precisam através do SUS, você quebra a espinha dorsal desse principal argumento que utilizam a favor da plantação da maconha”, diz Lasserre.

Para ele, o lobby pelo plantio de maconha se apoia na justificativa do uso para fins medicinais para esconder outros interesses. “Em todos os países em que há hoje plantio de maconha para efeito recreativo – Uruguai foi assim, em estados americanos foi assim, no Canadá foi assim –, começaram com os argumentos e com a manipulação da cabeça das pessoas com essa questão da maconha medicinal. Quando se tirou a percepção de risco da maconha por conta da maconha medicinal, aí eles entraram com o principal objetivo, que é a maconha recreativa”, afirma.

Por que importar não é um problema, mas plantar maconha no Brasil, sim

Desde que a Anvisa liberou a importação de medicamentos com canabidiol, um dos argumentos dos defensores da liberação do plantio de maconha no Brasil é que seria um contrassenso permitir importar, mas não plantar. Lasserre afirma que não há contradição nisso, e usa o exemplo da morfina, derivada do ópio, para explicar seu argumento.

“O ópio não faz a morfina? Em algum lugar do mundo se planta ópio. E o Brasil não vai querer plantar ópio, mas importa o insumo básico para fabricar a morfina. A mesma coisa acontece com a Cannabis”, diz.

Na opinião de Lasserre, a discussão sobre a liberação do plantio é um problema de cada país. “O Brasil não pode intervir na independência de cada nação. Se alguns estados dos Estados Unidos e se uma nação como o Canadá já tomaram a decisão no sentido de plantar, e o Brasil não quer plantar, o Brasil vai buscar em outros países os insumos. Isso é natural.”

Mas, se o Brasil está importando os produtos à base da Cannabis de outros países, ele não estaria chancelando, ainda que indiretamente, o plantio? Para Lasserre, a circunstância de cada país também conta na decisão de liberar o cultivo. “Aqui no Brasil a gente acha que não tem capacidade de controle e não quer plantar maconha no Brasil”, afirma.

Por que o argumento de que o poder público tem de ser capaz de fiscalizar o plantio de maconha não se sustenta

Um dos grandes riscos da liberação do plantio da Cannabis no Brasil seria a dificuldade de fiscalização das plantações por parte do Estado. “A gente não consegue controlar nem bebida alcoólica para os jovens no Brasil, não consegue controlar a gasolina batizada que colocam no nosso carro… Como é que a gente vai controlar cada pé de maconha que é plantado?”, questiona Lasserre.

Contra essa ideia, defensores do substitutivo que tenta liberar o plantio de maconha no Brasil afirmam que o poder público não pode se reconhecer incapaz de fiscalizar as plantações de maconha. O deputado federal Fausto Pinato (PP-SP), por exemplo, já disse em entrevista à Gazeta do Povo: “Se vai facilitar [o uso para fins recreativos] ou não, o Estado nosso não pode pecar por omissão. Nós temos órgãos que podem controlar.”

Para Lasserre, essa argumentação é frágil. “A própria polícia federal já disse que seria impossível, no Brasil, controlar o plantio de maconha, mesmo que seja para fins medicinais. Não é nem que o Estado não possa… O Estado já declarou que não tem essa competência, essa capacidade, hoje, com a mão de obra que ele tem, de controlar essa plantação de maconha no Brasil. Se não é legalizado e a gente tem tantos focos de plantação de maconha, imagina se tiver isso legalizado. Isso vai se expandir de uma maneira descontrolada”, alerta.

Por que o argumento de que pessoas certas doenças não têm outra opção é exagerado

Outro argumento muito comum dos defensores da liberação do plantio é que a maconha seria a única alternativa para muitos doentes, e que obrigar a importação seria deixá-los na mão. O argumento apela para a sensibilidade das pessoas, mas, segundo Lasserre, é bastante exagerado.

“Quem quer legalizar a maconha no Brasil diz que maconha serve para tudo: maconha cura câncer, maconha cura problemas psiquiátricos graves, problemas neurológicos graves… Isso tudo não é verdade”, diz Lasserre.

Segundo ele, só há comprovação científica da eficácia do canabidiol para dois tipos de doenças: a síndrome de Lennox-Gastaut e a síndrome de Dravet, que são dois tipos de epilepsia que ocorrem principalmente em crianças.

Ainda assim, mesmo entre pacientes que têm essas doenças, a grande maioria reage a outros medicamentos já existentes em farmácias. “Quando a pessoa não reage bem, aí sim se busca a alternativa da Cannabis. Isso corresponde a cerca de 5% [do total dos pacientes das duas doenças] – em torno de 4 mil famílias no Brasil. Essas realmente não têm [outra alternativa]”, afirma Lasserre. "Por isso mesmo, o Ministério da Saúde está dizendo: ‘É caro esse remédio? É caro, mas eu vou dar de graça para vocês".

O Conselho Federal de Medicina e a Associação Brasileira de Psiquiatra já emitiram pareceres limitando a administração de medicamentos à base de canabidiol aos casos em que não há outra alternativa para o paciente. “Como são em torno de 4 mil famílias, não tem a menor necessidade de plantar maconha no Brasil. Basta você importar esse pouco insumo necessário e fornecer gratuitamente para essas pessoas”, diz Lasserre.

O projeto que está em tramitação no Congresso conta com o apoio de alguns ruralistas, que enxergam a possibilidade de enriquecer com a comercialização da maconha e se aliaram a pessoas favoráveis ao uso recreativo da droga. Para Lasserre, o lobby que está sendo feito tem em vista “um mercado multibilionário”.

“Querem transformar o Brasil no maior exportador de maconha do mundo. Aqui tem uma terra boa, uma terra bem adaptada à maconha, e um clima muito bom para a maconha. Se você vai plantar maconha no Canadá, tem que plantar em locais fechados, com gasto de energia absurdo. Aqui no Brasil o clima é bom, a luz é boa, e a terra é boa.”

35 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 35 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • T

    Teresa Lopes

    ± 33 dias

    Gente, O mundo está enfrentando crises: financeira, ambiental, política, biológica, desinformação; é hora do Brasil crescer, abrir esse mercado bilionário, exportar para o mundo todo; legalizando o q já existe organiza o mercado e arrecada bilhões para os cofres públicos. Tem o THC q produz efeitos psicoativos porém, são mais de 100 substâncias terapêuticas conhecidas e outras a serem descobertas. Pesquisadores do mundo todo alertam para o desenvolvimento de pesquisas em todo lugar do mundo; cientificamente, a planta é capaz de produzir milhões de tipos diferentes de princípios ativos a depender do local e espécie. Estamos sujeitos a precisar desse medicamento, assim como a cloroquina!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Charles Bukowski

    ± 43 dias

    É lógico que o valor que eu coloquei representa o mínimo do mínimo. Anualmente vai chegar na casa do bilhão pago pelos cofres públicos. Curioso que falam de mercado bilionário, mas querem restringir esse mercado para uma indústria específica, que é a farmacêutico, sem qualquer flexibilidade, censurando o auto cultivo. Falam do mercado, e censuram ao mesmo tempo o cultivo por parte da população, ação essa que não visa o lucro. Por isso a importância de regulamentar o cultivo caseiro para fins medicinais!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Charles Bukowski

    ± 43 dias

    Outro ponto do texto é que devemos comprar esses medicamentos importados. São poucos pacientes, 4 mil. É barato. Numa pesquisa rápida, verifiquei que o preço comum de um medicamento a base maconha custa por volta dos 1.365, podendo chegar a 3.000 reais. Calculando teríamos um custo mensal de 5 milhões 460 mil reais. Isso pegando o mínimo de pacientes com uma doença específica. Sabemos que existem outras doenças que são tratadas com maconha e que estão sendo descobertas pela ciência, inclusive com uso do THC medicinal. Por isso, teríamos um custo mensal muito maior, quiçá mais do que 10 milhões mensais para Indústria Farmacêutica pagos pelos cofres públicos! Por isso atacam o cultivo caseiro

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Charles Bukowski

    ± 43 dias

    Dizem que vão fornecer os medicamentos de graça, mas quem vai pagar essa conta? E quem vai receber esse dinheiro? Ah, é o governo quem vai pagar. E quem financia o governo? A sociedade. Então será a sociedade que vai pagar esse conta. E quem vai lucrar vendendo produtos superfaturados, como ocorre sempre no Brasil? As indústrias farmacêuticas. É muito dinheiro, e parece que certas pessoas estão dispostas a tudo para ganhar essa fatia. Agora, e com o plantio caseiro medicinal, vai ter algum tipo de lucro? Certamente que não. Famílias vão plantar e elas mesmas vão colher. Ou seja, sem lucro e sem ônus para sociedade. Assim, a conclusão lógica desse assunto é que o cultivo caseiro é melhor!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    Salo

    ± 43 dias

    Pretender substituir as plantações de alimentos- milho, soja, feijão por maconha, é crime contra todos. Vocês querem passar a se alimentar de maconha e outras drogas que viriam depois? Parabens Pazuelo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    Salo

    ± 43 dias

    Pretender substituir as plantações de alimemtos- milho, soja, feijão por maconha, é crime contra todos. Vocês querem passar a se alimentar de maconha e outras drogas que viriam depois? Parabens Pazuelo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Luis Guedes

    ± 43 dias

    Abordagem bem esclarecedora. Que consigamos manter os tratamentos com canabidiol e afastar os riscos do plantio da maconha.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • T

    Tony G

    ± 44 dias

    Entendo e compartilho a preocupação mas o que vejo é suporte a uma guerra às drogas que já dura DÉCADAS e n trouxe solução, só custos pro BR. Tanta morte, corrupção e crime organizado Hoje vivo onde a droga é legal (Canadá). As estatísticas não mostram os temores q nós brasileiros temos. O governo comeu 30% do tráfico no 1o ano e os acidentes de trânsito foram 0. Sinceramente, comparando a maconha aqui com os acidentes do álcool no BR (q é bem aceito apesar de criar assassinos no trânsito todo fds), n paro de pensar q nós morremos aos montes por hipocrisia Estou cansado da pagar por isso, especialmente com a vida dos meus. Por isso saí, mas queria ver nosso país em um caminho diferente

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    João A. Fermiano

    ± 44 dias

    O argumento irrefutável a favor da liberação é curto e simples: Você não tem direitos sobre os outros. Isso vale tanto pra maconha, quanto pra armas, dinheiro, casamento, religião, time de futebol, e todas as outras escolhas que não influenciam na vida de terceiros.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • C

    Celito Medeiros

    ± 44 dias

    Temos dois tipos de Traficantes: Os de Drogas Ilícitas e os de Drogas Lícitas. Uso Medicinal da Cannabis é contestado por muitos cientistas. Jamais uma Droga curou uma Epilepsia, cuja origem é mental e não física, assim como as Doenças Mentais. Se na Bolívia a Coca é natural, na Europa a Papoula Papaver nasce nos campos, mas tem cultivo como na Bolívia. Claro que não existe plantio de Ópio e nem de Cocaína, são derivados. Muitos criticam a Maconha, mas são usuários das Opiáceas e as sintéticas Benzodiazepínicas. Oferecer gratuitamente Canabidiol e não oferecer gratuitamente as Opiáceas? A Indústria Farmacêutica é poderosa e mantém a Psiquiatria – Uma Indústria da Morte. É um tudo ou NADA.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • G

    Geraldo Emanuel Prizon

    ± 44 dias

    O agronegócio brasileiro vai muito bem, obrigado; não necessita recorrer ao expediente do plantio da maconha. Os deputados que se dizem da bancada ruralista que apoiam essa iniciativa desconhecem a visão do homem do campo sobre o tema; São representantes do crime organizado não do campo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Luiz

    ± 44 dias

    E aí nós que não utilizamos as drogas ficamos gastando bilhões dos nossos impostos pra combater traficantes, usuários e os crimes de roubo e de homicídio associados, um combate sem fim e sem resultados, quando poderíamos estar investindo em saúde e educação ... cabe ao estado apenas educar e orientar a respeito, deixando cada um livre pra escolher os seus caminhos e aguentar as consequências.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • I

    IvoHM

    ± 44 dias

    I wanna love you! And treat you right! I wanna love you! Every day and every night!...

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    João Mello

    ± 44 dias

    O problema não é quem planta a maconha, ou trafica. O grande problema é o usuário, geralmente uma pessoa de moral flexível, fraca, e de caráter duvidoso.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    JOSE Z. NETO

    ± 44 dias

    Alucinógeno não pode ser recreativo. Não há argumento capaz de tornar uma droga inofensiva, quem usa maconha perde a noção da realidade e isso vira um problema social e de saúde. Droga é droga e ponto final.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    3 Respostas
    • T

      Teresa Lopes

      ± 33 dias

      Carmo Augusto Vicentini: já vi várias pessoas beberem e ficarem alucinadas, inclusive eu! Vamos falar também das que morrem de coma alcoólico, ou seja, overdose de cerveja/bebida alcoólica - me mostra um caso de morte por overdose de maconha! Me mostra um caso de criança que usa cerveja para controlar epilepsia! É que nem a cloroquina, muita gente fala mal mas quando precisa, toma!

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • C

      Carmo Augusto Vicentini

      ± 44 dias

      Matheus: José disse droga alucinógena.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • M

      Matheus

      ± 44 dias

      Então você quer proibir cerveja

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Marcos

    ± 44 dias

    A maconha é uma droga perigosa que, como diversas outras, está a serviço da MORTE. Uso recreativo, agricultura milenar, ser uma planta e agora o canabidiol que cura desde cancer a todas as doenças mentais são argumentos pouco consistentes, falaciosos na verdade, para as reais intenções dos poderosos interesses perversos por detrás da sua liberalização no plantio: mais um grilhão para o ser humano, dor, sofrimento e abandono de si.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Michelle

    ± 44 dias

    Pensando raso

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    Sr. Walker

    ± 44 dias

    Que pena hem turma da fumaça recreativa? Estava tão pertinho a liberação e vem esse general, Panzuello, e estraga tudo. Continuem tentando seus inúteis um dia, quem sabe, vai dar certo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Felipe Costa

    ± 44 dias

    Se a memória não me engana, somos os maiores produtores mundiais de fumo no mundo. Exportamos para diversos países. Não vejo razões para não liberar o plantio da maconha. Para conseguir o plantio legal, basta o produtor informar a área de plantio para as autoridades competentes. Plantou além da área? Perde a licença e a plantação inteira. Resolvida a questão. O plantio ilegal já existe para fins não tão nobres e, me desculpe a sinceridade, sempre existirá. Agora, se temos uma boa terra e chance de melhorar a economia e a vida das pessoas que vão trabalhar nela, os argumentos apresentados no texto não me convenceram.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    2 Respostas
    • L

      Luiz Eduardo de Menezes

      ± 43 dias

      *bilhões

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • L

      Luiz Eduardo de Menezes

      ± 43 dias

      Basta ver os milhões que têm sido movimentados pela indústria da cannabis em alguns estados dos EUA... Mas se o Paraná ficasse nos EUA, nós seríamos um "red state" careta

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • T

    TOATOA

    ± 44 dias

    Planta maravilhosa. Foi Deus que fez.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • T

    TOATOA

    ± 44 dias

    E assim continua o trafico,a bandidagem agradece.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    LEONARDO RIBAS GOMES

    ± 44 dias

    O ser humano usa a cannabis ha milhares de anos. Antes até daquele livro de ficção (biblia) ser escrito. O uso da cannabis e do canhamo é gigantesco, desde vestuário, alimmentício (semente de canhamo), combustivel (oleo da semente), farmaceutica, com diversos medicamentos já lançados ou em fase de aprovação. O preconceito é o único problema. Pessoas ignorantes, que confundem cracolandia com maconheiro, e que não sabem o que falam. Apenas repetem mentiras.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    3 Respostas
    • C

      Carmo Augusto Vicentini

      ± 44 dias

      Ateuzinho ressentido não pede a oportunidade de atacar a fé alheia.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • J

      João Mello

      ± 44 dias

      Maconheiro.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • E

      Eduardo

      ± 44 dias

      Consciência deturpada. Denigre a fé dos outros porque ela pega na consciência (ofender cristão tudo bem, mas ofender supostas minorias é chique e descolado). Também fuma uns para aplacar novamente a consciência. Depois que age sem consciência, culpa a droga e vira coitadinho. Pra cima de mim não cola sua (falsa) superioridade intelectual e moral.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    LEONARDO RIBAS GOMES

    ± 44 dias

    Comparar opio a cannabis mostra o desconhecimento, ou talvez a ma fé na argumentação de quem é contra. Legalizar a maconha recreativa é sim o melhor a se fazer. O Brasil tem uma população carcerária enorme de pessoas que portavam ou vendiam pequenas quantidades da planta. Basta ver o que acontece no Senado americano, onde o projeto atual não só legaliza maconha recreativa a niver federal, como tira da cadeia milhares de pessoas presas. Acorda Brasil.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • R

      RPM

      ± 44 dias

      Começa na maconha, passa para o crake e depois cocaína e assim vai. E todos acham normal.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    Edivaldo S

    ± 44 dias

    Se não tivéssemos que pagar a conta dos efeitos nefastos e suas consequências (dependências, violência, crimes, doidão no trânsito, internação em clínicas, câncer etc) o sujeito poderia encher o pulmão, cérebro que era problema dele, mas não... vai encher o s a c o e vamos pagar a conta....

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • E

    Edivaldo S

    ± 44 dias

    os maconheiros não desistem.....

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Ana Cristina

    ± 45 dias

    Temos que desmascarar as ardilosas argumentações do lobby pró descriminalização das drogas. Começam falando de " maconha medicinal"( em lugar de canabidiol) , mas querem fazer o Brasil terminar em cracolândias espalhadas por todo o seu território!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.