i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Crime

Falsos policiais federais tentam seqüestrar empresário em SP

  • PorAgência Estado
  • 04/09/2008 18:04

Quatro criminosos vestidos com coletes da Polícia Federal e fortemente armados tentaram seqüestrar um empresário do ramo farmacêutico, na tarde de quarta-feira (3), em Perdizes, zona oeste de São Paulo. O homem desconfiou da "abordagem", reagiu e levou uma coronhada na cabeça. Por causa dos pedidos de socorro da vítima, os bandidos desistiram e foram perseguidos por policiais militares. Na fuga, os seqüestradores deram tiros de fuzil contra os PMs. Na seqüência, desapareceram, após roubar um táxi.

A ação começou às 17 horas, quando o empresário foi abordado próximo da esquina da Rua Caiová com a Piracuama. Os bandidos chegaram em um Santana com placas frias de uma viatura do 66º DP. Testemunhas, quando viram a agressão, anotaram as placas e ligaram para a PM. No cruzamento da Rua Henrique Schaumann com a Rua Teodoro Sampaio, dois PMs das Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (Rocam) viram o Santana.

"Os PMs se aproximaram e os suspeitos colocaram um Giroflex para simular que eram policiais civis. Os PMs insistiram que o carro fosse parado. Então, dois homens que estavam na parte de trás colocaram os fuzis para fora e atiraram", contou o major Luís Antonio Jardini, coordenador operacional do 23º Batalhão. Os policiais desceram das motos para se proteger e pedir reforço. Ninguém ficou ferido.

O Santana seguiu para os Jardins, onde foi abandonado. O policiais encontraram quatro fuzis, cinco pistolas, carregadores, munições, quatro coletes à prova de bala, dois bonés e duas camisetas da Polícia Federal e dois distintivos da Polícia Civil. Os bandidos abordaram um taxista e seguiram para o Itaim-Bibi, na zona sul.

A polícia acredita que a quadrilha fugiu em um outro carro que dava cobertura. O caso foi encaminhado para o Departamento de Investigação sobre o Crime Organizado.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.