Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Divulgação
| Foto: Divulgação

Família Folhas

O Parque Barigui, o mais movimentado de Curitiba, tem 14 pontos para a coleta de resíduos – sete destinados ao recolhimento do lixo reciclável e sete para o orgânico. Cada um tem capacidade para receber quatro metros cúbicos de material e toda a semana a prefeitura recolhe em média 800 quilos de material reciclável.

Nem tudo, porém, é encontrado dentro das lixeiras. Muitos dejetos são retirados dos gramados e pistas, especialmente nos fins de semana. E nos recipientes, por preguiça ou falta de conhecimento, o que se vê é muito lixo reciclável misturado ao orgânico, dificultando o reaproveitamento.

Pior, essa não é uma realidade só do Parque Barigui. Vários pontos turísticos da cidade amanhecem repletos de lixo nas segundas-feiras.

Saudades do tempo da Família Folhas, em que havia pelo menos a ilusão de que os curitibanos sabiam fazer e faziam a separação correta do lixo.

Óleo de peixe

Uma pesquisa que vem sendo realizada no Setor de Ciências Biológicas da UFPR pode beneficiar vítimas de lesões na medula, em geral provocadas por armas de fogo, ou acidentes. O estudo pretende revelar se a administração do óleo de peixe nas 72 horas após o trauma na medula ajuda a reduzir o processo inflamatório e as sequelas do trauma. A estimativa é que em um ano os resultados dos testes feitos com ratos sejam conhecidos.

O estudo está sendo desenvolvido pelo educador físico e pós-doutorando do Departamento de Fisiologia, Ricardo Tanhoffer, que já pesquisou o assunto no mestrado e também no doutorado que fez na Austrália. Ricardo passou a estudar os problemas decorrentes da lesão na medula depois de um acidente de carro que o deixou tetraplégico.

Poesia no ar

Mais de 200 balões com gás hélio devem sobrevoar Curitiba hoje, levando poesia aos moradores da cidade. A iniciativa faz parte de um projeto desenvolvido por alunos, de 10 a 11 anos, do Colégio Marista Santa Maria. Após terem contato com os poemas de grandes mestres da literatura, os estudantes realizaram suas próprias produções, que foram colocadas nos balões. Cada poema tem, junto, o endereço de e-mail do autor, para que quem pegue o balão possa se comunicar com o estudante.

Doação não é descarte

Entre os livros que têm sido doados às tubotecas de Curitiba há alguns didáticos e técnicos e outros sem condições de uso. Essa não é a proposta do projeto, que, a partir de pequenas bibliotecas instaladas em tubos de ônibus, procura levar literatura aos usuários de ônibus, com livros novos ou em boas condições. Não dá para confundir doação – um gesto nobre – com o descarte do que não serve mais para ninguém.

Direto do produtor

Campo Magro, município que está a apenas 10 minutos do bairro Santa Felicidade, lança no feriado da quarta-feira a Feira da Terra. No evento serão comercializados alimentos orgânicos, artesanato e móveis de fibra – tudo direto do produtor. A festa de lançamento começa às 9 horas, na Estrada do Cerne, quilômetro 11,5, Jardim Cecília. Após o lançamento, a feira será realizada todos os sábados e domingos, a partir das 8 horas, no mesmo local.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]