i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Silêncio

Famílias de presos têm medo de falar

  • Por
  • 20/09/2008 21:03

A reportagem conseguiu conversar apenas com o pai de um rapaz que está preso provisoriamente há um mês, por estelionato. Ele falou pouco ao telefone e pediu para desligar. O motivo: medo de represálias, de ser preso também ou de que algo afirmado seja usado contra ele: "Sabe como é. Foi a primeira vez do meu filho e eu nunca tinha me envolvido com isso. Não sei em quem posso confiar".

A justificativa foi a mesma em outras tentativas de entrevista. Quando questionados se concordariam em falar e ser fotografados, os familiares se recusavam – todos disseram que querem ver o parente solto o mais rápido possível, mas temem que a entrevista possa prejudicá-los. Também não foi possível conseguir autorização de delegados para fotografar as celas. Até mesmo os dados são incompletos: não há no Departamento Penitenciário Nacional (Depen) estatísticas sobre os presos provisórios em delegacias do Brasil, somente em presídios. No Paraná, a Secretaria de Segurança Pública se limitou a informar que são 5 mil, mas também não quis detalhar qual a situação deles e qual é o total de presos nas cadeias. (PM)

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

    Fim dos comentários.