Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado

O corpo de Thomaz Rodrigues Alckmin, 31 anos, filho do governador Geraldo Alckmin (PSDB), será levado para Pindamonhangaba às 14 horas desta sexta-feira, 3, de acordo com informações do Palácio dos Bandeirantes. Vítima de um acidente de helicóptero que teve mais quatro corpos, Thomaz está sendo velado em uma sala do Hospital Albert Einstein, no Morumbi, desde as 4h30. O corpo dele foi liberado para a família por volta de 1h15. Segundo nota do Palácio dos Bandeirantes, o velório começaria às 4h30, mas, por volta das 2h30, autoridades, parentes e amigos já se reuniam no local.

Thomaz Alckmi morreu na queda de um helicóptero em Carapicuíba, na tarde de quinta-feira, 2. Ele e outras quatro pessoas estavam na aeronave que caiu sobre uma residência dentro de um condomínio na estrada da Fazendinha, em uma área nobre do município.

Entre os que compareceram à cerimônia, estão o vice-governador Márcio França, o deputado Carlos Bezerra Jr. (PSDB-SP), o empresário João Doria Jr, o cantor e apresentador Ronnie Von e secretários do governo Alckmin - Alexandre de Moraes (Segurança), José Roberto Rodrigues de Oliveira (Casa Militar) e João Carlos Meirelles (Energia). O secretário de Educação da Prefeitura de São Paulo, Gabriel Chalita, chegou por volta das 8h.

Na saída do velório, Ronnie Von, que também é aviador, disse achar estranho uma pá se soltar do motor de um helicóptero de extrema confiabilidade, como é o do acidente. “Eu nunca ouvi falar isso. Se é destino ou fatalidade, não sei. Só sei que não existe dor maior que essa. É insuperável e se arrasta por toda a vida.”

O apresentador disse que o governador estava chorando, ainda que contido. A primeira-dama Lu Alckmin e demais familiares chegaram depois.

Por volta das 7h30, o vice-governador, Márcio França, disse que estão todos muito abalados, mas que a família se apega à fé religiosa para superar a dor. “Thomaz era uma pessoa muito especial”, disse. França contou que o cardeal arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Scherer, fez uma breve oração.

O empresário João Doria Jr. disse aos jornalistas que a filha mais velha de Thomaz, Isabela Trombelli Alckmin, 10, virá da Noruega para acompanhar a cerimônia.

O ex-deputado Walter Feldman, que também compareceu ao velório, lamentou o fato de Thomaz ter deixado duas filhas, uma delas nascida há um mês. Feldman disse que Lu Alckmin já não estava mais no local do velório por volta das 9h.

Em nota, a presidente Dilma Rousseff disse que recebeu notícia com ‘pesar e tristeza’.

O Senador e presidente Nacional do PSDB, Aécio Neves, também divulgou nota que a morte do filho do governador Geraldo Alckimn é “perda irreparável para a família e também para nós, amigos.” O senador manifestou solidariedade em nome das lideranças e militantes do partido.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]