i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
FUTURO DAS CIDADES

Em pouco menos de um ano, número de motoristas no Uber cresce 40% no Brasil

Segundo a Uber, há 10 mil motoristas cadastrados e um milhão de usuários no país; Motoristas parceiros dizem que 1,6 mil estão em Curitiba

  • PorRaphael Marchiori
  • 08/06/2016 11:42
E a aposta da empresa para a América Latina, o UberPool, começará a funcionar no Rio de Janeiro a partir desta quinta-feira (9). | freestocks.org/Creative Commons
E a aposta da empresa para a América Latina, o UberPool, começará a funcionar no Rio de Janeiro a partir desta quinta-feira (9).| Foto: freestocks.org/Creative Commons

Sem regulamentação específica em todo o país, plataformas como o Uber têm crescido de forma vertiginosa desde que iniciaram suas operações em grandes centros como São Paulo e Rio de Janeiro. Entre outubro de 2015 e fevereiro de 2016, a quantidade de motoristas cadastrados cresceu 40% – atingindo a casa dos dez mil. Informações extraoficiais dão conta de 1,6 mil cadastrados somente em Curitiba. E a aposta da empresa para a América Latina, o UberPool, começará a funcionar no Rio de Janeiro a partir desta quinta-feira (9).

A estratégia da empresa norte-americana é impulsionar o novo serviço durante a realização da Olímpiada. No UberPool, a viagem fica até 40% mais barata para os passageiros porque há a possibilidade de compartilhar a corrida. São Paulo já conta com essa modalidade.

UberPool não está a altura do transporte público europeu

Leia a matéria completa

Reportagem publicada pelo jornal The Washington Post mostrou que a empresa aposta no sucesso dessa modalidade na América Latina por considerar baixa a qualidade do transporte coletivo da maioria das cidades daqui. Hoje, a companhia opera em 45 cidades em dez países da região, tendo mais de 2 milhões de usuários por semana.

O problema é que o UberPool não está agradando boa parte dos motoristas colaboradores no Brasil. Na página da empresa no Facebook, vários estão reclamando do novo serviço. Eles dizem que se é chamada via UberPool e acaba não atraindo um segundo ou terceiro passageiro, o ganho final da corrida é muito baixo. Por outro lado, embora a empresa não esteja respondendo diretamente os comentários na página, em outras ocasiões já deixou claro que pegar uma corrida ou não pela nova modalidade é uma escolha do motorista.

Usuários

Dados da Uber no país mostram que a quantidade de usuários cresceu na mesma proporção da verificada com os motoristas parceiros. Em fevereiro de 2016, um milhão de pessoas havia baixado o app. Até setembro do ano passado, esse universo era de 500 mil usuários.

A Gazeta do Povo havia solicitado os dados por cidade. Mas a Uber informou que não faz parte da sua política esse tipo de divulgação e enviou apenas as informações gerais do Brasil. A informação dos 1,6 mil foi repassada ao jornal por motoristas que trabalham com o aplicativo. Essa falta de transparência da empresa, porém, pode mudar com a entrada em vigor de legislações específicas para regulamentação.

Transparência

A startup norte-americana sustenta que a Lei de Mobilidade Urbana dá respaldo para sua operação. Mas as idas e vindas de ações judiciais mostram que há dúvidas quanto a isso. Legislativos e executivos municipais têm trabalhado em futuras regras locais, que preveem o repasse de informações detalhadas da operação ao poder público.

São Paulo, por exemplo, colocará em prática um sistema de venda de créditos por quilômetro rodado. O preço começar em R$ 0,10 e haverá um limite para não sobrecarregar ainda mais o viário da cidade. Quando as vendas estiverem próximas de atingir esse teto, o preço subirá. Então cada viagem feita por um motorista do Uber será monitorado também pela prefeitura.

Já em Curitiba, a ideia de um projeto do legislativo é estabelecer uma outorga semelhante à paga pelos taxistas. Isso também deverá forçar a Uber a fornecer dados locais.

Primeiro passo

A Comissão de Legislação, Justiça e Redação da Câmara dos Vereadores de Curitiba deu parecer favorável ao projeto de regulamentação de aplicativos como o Uber na cidade. A aprovação da proposta, que é assinada por 17 vereadores, ocorreu na última terça-feira (7). No mesmo encontro, a comissão sugeriu a criação de uma comissão especial para acompanhar a regulamentação do transporte privado e individual de passageiros

A indicação para a instalação do colegiado especial foi reforçada por Tiago Gevert (PSC), com base no parecer da Procuradoria Jurídica da casa. Segundo a Projuris, a comissão especial servirá para ouvir autoridades ligadas ao assunto e representantes dos grupos interessados. A reunião desta terça foi acompanhada por taxistas e motoristas do Uber.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.