i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
crise hídrica em sp

Governador diz que não faltará água na Grande São Paulo

Geraldo Alckmin (PSDB) negou que exista limitação no uso da água de rios por parte de indústria e agricultura

    • Estadão Conteúdo
    • 20/08/2015 09:43

    O governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou nesta quarta-feira (19) que, apesar de ter chovido apenas 1 milímetro em agosto, não haverá falta de água na Grande São Paulo e em nenhum dos 370 municípios do estado cujo serviço é operado pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

    ‘Crise hídrica está durando mais do que se imaginava’, diz diretor da Sabesp

    O diretor disse ainda que 2015 tem apresentado “chuvas bastante irregulares” e um “inverno bastante seco” e que a Sabesp está “fazendo esforço muito grande” para reduzir despesas e recuperar receitas

    Leia a matéria completa

    “Em agosto normalmente chove 40 milímetros, mas estamos no dia 19 e choveu até agora apenas 1 milímetro. Ainda assim está garantido o abastecimento”, afirmou. Na terça-feira (18), o Departamento de Água e Energia Elétrica de São Paulo (DAEE) publicou portaria na qual declara “em situação de criticidade hídrica a região da bacia hidrográfica do Alto Tietê”.

    O governador negou que exista limitação no uso da água de rios por parte de indústria e agricultura. Segundo Alckmin, a portaria baixada a esse respeito é para alertar o grande consumidor.

    “Estamos numa crise hídrica, não tem chovido e é preciso, então, ter um esforço coletivo de todos.” No caso das indústrias, ele alegou que grande parte já não retira água das represas ou do sistema, pois usa água de reúso ou de poço. “A própria Sabesp já conta com uma empresa, a Aquapolo, cujo objetivo é justamente tratar água de reúso visando oferecer à indústria.”

    Com relação à agricultura, o governador diz que já foi criado um sistema de gotejamento que gasta menos água, o que tornaria desnecessário limitar o uso por parte do agricultor. “É importante divulgar o uso racional para evitar desperdício”, finalizou. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.