i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Projeto do MMFDH

Governo quer aumentar pena para religiosos e professores por crimes sexuais contra crianças

  • Por Isabelle Barone
  • Brasília
  • 14/07/2020 16:59
damares alves
A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves.| Foto:

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) enviou ao Congresso nesta terça-feira (14) um Projeto de Lei que aumenta em 50% a pena para crimes de abuso sexual cometidos por líderes religiosos, profissionais de saúde e de educação contra crianças, adolescentes e pessoas consideradas incapazes.

Se a proposta, à qual a Gazeta do Povo teve acesso, for aprovada pelo Parlamento, o Código Penal passa a vigorar com a seguinte redação: "Art. 226. A pena é aumentada: de metade, se o crime é praticado por ministros de confissões religiosas, profissionais das áreas de saúde ou de educação e por quaisquer pessoas que se beneficiem da confiança da vítima ou de seus familiares para praticar tais crimes, quando a vítima for menor de dezoito anos ou incapaz."

Elaborado em parceria com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, o PL ainda assegura à vítima do crime "tratamento digno" no curso da investigação, além de tornar facultativo depoimento antecipado.

"É dever da autoridade policial, dos servidores públicos, do defensor do investigado, do membro do Ministério Público e do juiz: I - tratar o ofendido com respeito e urbanidade; II - abster-se de formular ao ofendido perguntas vexatórias; III - expor o ofendido a constrangimento; e IV - proferir manifestações atentatórias à sua dignidade", propõe.

O alteração também prevê que retardar efeitos de prescrição de crimes dessa natureza praticados por pessoas com mais de 80 anos.

"Enquanto a esquerda busca meios para descriminalizar a pedofilia, transformando-a em uma mera doença ou opção sexual, apresentei um PL que aumenta em 50% a pena para esses crimes", publicou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em suas redes sociais.

A ministra Damares Alves, por sua vez, afirmou que "ninguém aqui passa pano para pedófilo". "Cumpro suas ordens e seu programa de campanha, [presidente,]" escreveu.

2 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 2 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • G

    Gustavo

    ± 0 minutos

    Tenta pegar na mão de um pedófilo e educá-lo! Ninguém barganha com esse tipo de criminoso, meu caro! Acha que psicopatas assim devem ser tratados que nem trombadinha que rouba correntinha de ouro no centro das cidades?! Diga as vítimas do João de Deus que ele deve ser solto! É cada coisa?! Daqui a pouco pede a descriminalização da pedófilia!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • I

    Intruso

    ± 1 horas

    A política tem q ser educativa e de conscientização. Já somo fiscalistas e policialescos por demais.. Tudo em nome do mercado de honorários..

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.