Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A dona de casa Eroni de Oliveira Bodot, de 64 anos, foi encontrada morta por volta das 20h30 de sexta-feira (10) pela irmã com quem morava, num sobrado, no bairro Alto Boqueirão, em Curitiba. Segundo informações da Delegacia de Homicídios, o principal suspeito do crime é o próprio filho da vítima, André Bodot, de 45 anos.

De acordo com o depoimento do outro filho de Eroni, Adriano, André telefonou para ele duas vezes pedindo para que chamasse o serviço de emergência. Após os telefonemas, o filho suspeito de cometer o crime fugiu. Ainda segundo Adriano, André sofre de problemas mentais e por isso não acreditou no pedido do irmão. A dona de casa foi morta com quatro facadas, uma no peito, outra no braço e duas nas costas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]