i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Islândia

Hosmany diz estar em prisão de luxo

  • PorFolhapress
  • 06/02/2010 21:09

O ex-cirurgião plástico Hos­­many Ramos, preso na Islândia desde agosto de 2009, afirma que o governo brasileiro terá de apresentar "argumentos robustos" para obter a extradição que o traria de volta ao país. Ontem, a editora que publica seus livros informou que a Suprema Corte islandesa suspendeu a decisão de extraditá-lo.

O ex-cirurgião conta que foi transferido da prisão que chegou a chamar de "hotel quatro estrelas", em que tinha computador, telefone e TV à disposição. Porém, diz agora que está em "um hotel de luxo".

"Pedi logo no início e aguardei dois meses para vir para a melhor prisão do planeta. É um hotel de luxo, com suíte e sala de estar. 70% dos guardas são mulheres. Tem apenas 80 presos, comida de restaurante, e salário semanal de 10 mil coroas [R$ 145] para comprar cigarros ou chocolates. Além de academia de luxo, pátio enorme de recreação e escola."

O Ministério da Justiça informou que não houve confirmação da suspensão da extradição. Hosmany atuou como médico por 12 anos. Nos anos 80, envolveu-se com roubo, tráfico, contrabando e respondeu a acusações de assassinatos – crimes que renderam-lhe condenações a 47 anos de prisão.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.