Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Vida e Cidadania
  3. Indicador de vulnerabilidade social cai 22,5% na Grande SP

pesquisa

Indicador de vulnerabilidade social cai 22,5% na Grande SP

O indicador, que avalia o nível de exclusão social da população, caiu de 0,386 para 0,299, o que representa redução de 22,5%. Os dados fazem parte do Atlas da Vulnerabilidade Social

  • Estadão Conteúdo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A região metropolitana de São Paulo saiu do Índice de Vulnerabilidade Social (IVS) médio para o baixo entre 2000 e 2010, segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) apresentados nesta segunda-feira (5). O indicador, que avalia o nível de exclusão social da população, caiu de 0,386 para 0,299, o que representa redução de 22,5%. Os dados fazem parte do Atlas da Vulnerabilidade Social.

O IVS é construído a partir de 16 indicadores que estão divididos em três áreas: infraestrutura urbana, capital humano e renda e trabalho. A medição do indicador vai de 0 a 1, variando do quadro ideal para o que mais necessita de intervenções do poder público – como saneamento básico e transporte público.

Os dados da primeira década dos anos 2000 levaram em consideração informações do censo demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e reuniu informações sobre 16 regiões metropolitanas do País, entre elas São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Manaus, Recife, Salvador e Porto Alegre.

Segundo Bárbara Oliveira Marguti, coordenadora de Estudos em Desenvolvimento Urbano do Ipea, todas as regiões avaliadas apresentaram evolução no índice.

“O destaque principal é que as regiões metropolitanas reduziram a vulnerabilidade em seus territórios. Foi unânime.”

Na região metropolitana de São Paulo, além da redução do IVS, também houve queda do IVS Capital Humano e do IVS Renda e Trabalho, que saíram da escala média para a baixa. O único que se manteve alto foi o IVS Infraestrutura Urbana.

“As principais regiões metropolitanas estão na faixa da alta vulnerabilidade social na dimensão da infraestrutura. Isso mostra que tem muitos investimentos em mobilidade urbana, transporte público e saneamento que precisam ser feitos nesses espaços”, diz Marco Aurélio Costa, diretor de Estudos e Políticas Regionais, Urbanas e Ambientais do Ipea.

Plataforma

Ainda nesta segunda, começou a funcionar a plataforma do Atlas da Vulnerabilidade Social na internet. Nela, estão disponíveis planilhas com os dados das regiões avaliadas, que podem ser consultadas pela população no site www.ivs.ipea.gov.br.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE