i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
pesquisa

Indicador de vulnerabilidade social cai 22,5% na Grande SP

O indicador, que avalia o nível de exclusão social da população, caiu de 0,386 para 0,299, o que representa redução de 22,5%. Os dados fazem parte do Atlas da Vulnerabilidade Social

  • Por
  • Estadão Conteúdo
  • [05/10/2015] [19:58]

A região metropolitana de São Paulo saiu do Índice de Vulnerabilidade Social (IVS) médio para o baixo entre 2000 e 2010, segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) apresentados nesta segunda-feira (5). O indicador, que avalia o nível de exclusão social da população, caiu de 0,386 para 0,299, o que representa redução de 22,5%. Os dados fazem parte do Atlas da Vulnerabilidade Social.

O IVS é construído a partir de 16 indicadores que estão divididos em três áreas: infraestrutura urbana, capital humano e renda e trabalho. A medição do indicador vai de 0 a 1, variando do quadro ideal para o que mais necessita de intervenções do poder público – como saneamento básico e transporte público.

Os dados da primeira década dos anos 2000 levaram em consideração informações do censo demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e reuniu informações sobre 16 regiões metropolitanas do País, entre elas São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Manaus, Recife, Salvador e Porto Alegre.

Segundo Bárbara Oliveira Marguti, coordenadora de Estudos em Desenvolvimento Urbano do Ipea, todas as regiões avaliadas apresentaram evolução no índice.

“O destaque principal é que as regiões metropolitanas reduziram a vulnerabilidade em seus territórios. Foi unânime.”

Na região metropolitana de São Paulo, além da redução do IVS, também houve queda do IVS Capital Humano e do IVS Renda e Trabalho, que saíram da escala média para a baixa. O único que se manteve alto foi o IVS Infraestrutura Urbana.

“As principais regiões metropolitanas estão na faixa da alta vulnerabilidade social na dimensão da infraestrutura. Isso mostra que tem muitos investimentos em mobilidade urbana, transporte público e saneamento que precisam ser feitos nesses espaços”, diz Marco Aurélio Costa, diretor de Estudos e Políticas Regionais, Urbanas e Ambientais do Ipea.

Plataforma

Ainda nesta segunda, começou a funcionar a plataforma do Atlas da Vulnerabilidade Social na internet. Nela, estão disponíveis planilhas com os dados das regiões avaliadas, que podem ser consultadas pela população no site www.ivs.ipea.gov.br.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.