Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Pedro Serapio/ Gazeta do Povo
| Foto: Pedro Serapio/ Gazeta do Povo

Apesar do cenário nada animador, Curitiba não deve sentir tanto impacto da “crise natalina. Os mais grandiosos espetáculos natalinos de Curitiba não dependem de verba pública e são mantidos pela iniciativa privada.

LEIA TAMBÉM: A uma semana da estreia, Natal do Palácio Avenida ajusta últimos detalhes

Natal da crise faz eventos natalinos minguarem em todo o país

Leia a matéria completa

O Natal do Paço, que este ano será nos dias 6, 7 e 8 de dezembro, tem como realizador o Sistema Fecomércio. Já as apresentações do coral de Natal do Palácio Avenida, que eram de responsabilidade do HSBC, agora são organizadas pelo Bradesco.

Além disso, o presidente do Curitiba, Região e Litoral Convention e Visitors Bureau (CCVB), Adonai Aires de Arruda Filho, afirma que a visita de turistas nesta época do ano deve se manter estável, levando em conta a procura por hospedagens. Arruda Filho explica que, embora mais tardias do que no ano anterior, as reservas começaram a deslanchar, o que indica um bom sinal. “Apesar de uma crise que a gente vê em vários lugares, a gente aposta nos espetáculos em Curitiba porque a maioria é privado”, ressalta.

Ainda conforme o CCVB, outro bom indicativo para o fim de ano é o aumento de ofertas de ceias nos dias do Natal a ano novo. A entidade diz que já é possível verificar o crescimento desse tipo de serviços em vários hotéis de Curitiba, o que revela uma mudança de comportamento do curitibano que não foi impactada pela crise econômica. “Antes o curitibano passava o Natal em casa, ou sempre na casa de algum conhecido. Agora já não é mais assim. E isso tem ainda mais potencial para crescer”, avalia o presidente da CCVB.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]