i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Segurança pública

Interior do estado terá UPS ainda em 2012

Governador anuncia que Cascavel e Londrina receberão Unidades Paraná Seguro até dezembro. Em Curitiba, os bairros Tatuquara e Cajuru, serão os próximos a ganhar bases fixas da polícia

  • PorDa Redação
  • 19/09/2012 21:09

UPP da Rocinha será inaugurada hoje

Agência Estado

A Rocinha recebe hoje a 28.ª Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do estado do Rio de Janeiro. A favela localizada na zona sul do Rio terá um efetivo de 700 policiais militares. Eles vão patrulhar as 25 subcomunidades existentes na área de 840 mil metros quadrados onde vivem 69 mil pessoas.

A UPP terá uma sede administrativa, atualmente em construção no Parque Ecológico, e mais oito bases avançadas em pontos estratégicos da comunidade. Com geografia íngreme e vielas estreitas, a favela receberá a maior frota de motos entre essas unidades, para intensificação do patrulhamento.

A inauguração da UPP ocorre uma semana após a morte do soldado Diego Bruno Henrique, de 25 anos, atingido por um tiro de pistola na cabeça quando fazia uma ronda com outros três policiais na parte alta da favela, no dia 13. O policiamento foi reforçado após o ataque.

Em abril, o cabo Rodrigo Alves Cavalcante, de 32 anos, morreu após ser atingido por um tiro de pistola na axila durante um patrulhamento na Rocinha. Ele foi o primeiro policial morto no processo de pacificação do Rio.

A ocupação da Rocinha teve início em novembro de 2010. Em apenas duas horas e sem disparar nenhum tiro, as forças de segurança ocuparam as Favelas da Rocinha, do Vidigal e da Chácara do Céu. Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem, chefe do tráfico no local, foi preso durante a ocupação.

Cronologia

Recorde quando ocorreu a implantação das oito Unidades Paraná Seguro que já estão em operação em Curitiba:

1.º de março – A região do Uberaba de Baixo, composta por 15 vilas, ganha a primeira UPS da capital.

3 de maio – O bairro Parolin recebe a segunda unidade policial de Curitiba.

17 julho – A Cidade Industrial, o bairro com o maior número de homicídios da capital, recebe quatro UPSs de uma só vez nas Vilas Nossa Senhora da Luz, Verde, Caiuá e Sabará.

3 agosto – O Osternack, no Sítio Cercado, também recebe uma UPS.

17 setembro – Polícia ocupa a Vila Sandra para implantar a 8ª UPP da cidade a 5ª da CIC.

A expansão do programa Unidade Paraná Seguro (UPS) para o interior do estado irá ocorrer ainda neste ano. A confirmação foi feita pelo governador Beto Richa, durante a solenidade de instalação oficial da UPS Vila Sandra, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC). Até então, o cronograma do governo previa a implantação de postos permanentes da polícia em cidades do interior apenas em 2013. E as primeiras cidades que irão receber UPSs já foram escolhidas: Cascavel, no Oeste do estado, e Londrina, na Região Norte. Richa disse ainda que Foz do Iguaçu, no extremo Oeste paranaense, terá com uma unidade já no início do ano que vem.

"As UPSs têm demonstrado êxito. Logicamente que vêm acompanhadas da necessidade de mais efetivo, de mais viaturas, de mais estrutura e de equipamentos para que os objetivos sejam plenamente atingidos", declarou o governador à Agência Estadual de Notícias. Para isso, o governo já nomeou 3.120 novos policiais e anunciou concurso público para mais 5.664 policiais militares, policiais civis e bombeiros. Está prevista ainda a compra de 1.300 viaturas com tecnologia embarcada.

Richa também confirmou os bairros de Curitiba que irão receber novas UPSs até o fim do ano – Tatuquara e Cajuru – completando as dez unidades inicialmente previstas pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp). Não foram informadas as datas da operação de ocupação.

As escolhas do Tatuquara e do Cajuru não foram por acaso. Os bairros têm um alto número de homicídios. Segundo as estatísticas oficiais do mapa da violência da Sesp, o Tatuquara registrou 27 assassinatos no primeiro semestre deste ano, tendo ficado em terceiro lugar no ranking de homicídios da capital. Já o Cajuru vem logo atrás, com 17 mortes. A CIC, com 52 assassinatos, lidera essa lista.

O anúncio das novas UPSs ocorre na mesma semana em que o governo promoveu uma troca na segurança pública do Paraná, com a entrada de Cid Vasques no comando da Sesp em substituição a Reinaldo de Almeida César.

Vila Sandra

A quinta UPS da CIC e oitava da capital vai contar com 30 policiais fixos especializados em policiamento comunitário. Os soldados terão como base o antigo posto da Guarda Municipal, que está desativado há dois anos e deve passar por uma reforma. Ocupada na última segunda-feira, a Vila Sandra fica na região norte da CIC.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.