Luiza Campos, Helena Mercer e Bruna Tibinka: grupo no Facebook e quarteto de docinhos por R$ 10 | Albari Rosa/Gazeta do Povo
Luiza Campos, Helena Mercer e Bruna Tibinka: grupo no Facebook e quarteto de docinhos por R$ 10| Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo

O diagnóstico de Eduardo, o Dudu, de 3 anos, é rabdomiossarcoma embrionário, um tipo de câncer que ataca as células que dão origem a músculos esqueléticos e afeta crianças na maioria dos casos. Depois de passar por uma cirurgia para remover o tumor que tinha na barriga, os pais e um tio resolveram vender chocolates para ajudar nos custos do tratamento.

Mesmo com plano de saúde, nem todos os exames estavam cobertos e um medicamento chamado Actinomicina foi receitado. Cada ampola do antibiótico custa cerca de 700 euros (cerca de R$ 2,5 mil) e Dudu precisa de 18 ampolas (cerca de R$ 45,6 mil).

Por meio de um grupo no Facebook, a família anunciou a ideia e a repercussão foi tanta que tiveram de parar com as vendas, pois não tinham condições de atender a todos os pedidos e também de cuidar do Dudu.

Foi aí que entraram na história Bruna Tibinka, Helena Mercer e Luiza Campos, amigas da mãe de Dudu, Letícia Bressan, há cerca de oito anos. “A família do Guilherme [pai do menino] tem uma fábrica de chocolates em Tubarão, em Santa Catarina. Eles começaram a vender, mas como se tornou uma coisa muito grande, eles ficaram muito ocupados e tiveram que parar. Como somos amigas muito próximas da Lê, resolvemos fazer os docinhos”, explica Luiza.

O doce escolhido pelas jovens foi o brigadeiro, mas nos sabores bicho de pé, cheesecake, churros e torta de limão – cada caixinha, vendida a R$ 10, contém um doce de cada sabor. As receitas foram aprendidas numa página do Facebook, assim como tantas outras já testadas nas cozinhas das amigas. “Aprendemos a fazer com o Tasty. Nos reunimos normalmente para fazer receitas que eles publicam, testamos os docinhos e, quando vimos, eles ficaram superbons”, conta Helena.

Para divulgar a ação, as amigas criaram a página “Dudu é meu herói” no Facebook na quinta-feira (21). Na manhã desta segunda-feira (25), elas tinham cerca de 200 encomendas para entregar nos próximos dias.

Por enquanto, Bruna, Helena e Luiza – que cursam engenharia civil, publicidade e o terceiro ano do ensino médio, respectivamente – estão aproveitando os últimos dias de férias para se dedicarem à produção de brigadeiros. Com o retorno das aulas, elas devem se dividir para manter as vendas e a ajuda a Dudu.

Fundo

Desde que a ideia dos docinhos se concretizou, Luiza diz que o plano de saúde de Dudu aprovou a compra do remédio por três meses. Ainda assim, as três amigas manteriam a ação para criar um fundo para os próximos meses, caso a compra não seja aprovada novamente, e para ajudar Letícia e Guilherme, que deixaram os empregos para cuidar do filho.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]