i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Caso isabella

Justiça adia decisão sobre novo pedido de exame de sangue do casal Nardoni

Juiz alega que solicitação da defesa será analisada em momento oportuno. Advogado diz que não haverá júri se exame de material não for feito

  • PorG1/ Globo.com
  • 21/05/2009 16:33

O juiz Maurício Fossen protelou a sua decisão sobre o pedido da defesa de Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá para um novo exame para comprovar se o sangue colhido durante as investigações da morte da menina Isabella é mesmo do casal. Em 29 de março de 2008, Isabella, então com 5 anos, foi jogada da janela do apartamento do pai e da madrasta no sexto andar de um prédio no bairro do Carandiru, na Zona Norte de São Paulo.

Apesar de questionar os argumentos do advogado Roberto Podval para a solicitação do exame, o juiz considerou que este não é o momento oportuno para "que as partes possam requerer novas diligências" e decidiu relegar "a apreciação do presente requerimento novamente formulado pelos réus, agora através de seus novos defensores" para uma fase que precede a realização do júri.

"Antes do júri, as partes vão ser intimadas para fazer os requerimentos. O que a defesa não quer é ser chamada de procrastinatória (que age com a intenção de adiar). Fizemos o pedido para a realização de exame agora para que não venham dizer que estamos querendo adiar o júri", afirmou Roberto Podval, advogado de defesa dos Nardoni.

Apesar de ter a análise do seu pedido adiada, o advogado disse que não vai insistir com ele neste momento. "Eu poderia recorrer, mas para mim não faz diferença. Em algum momento, a Justiça vai ter de se pronunciar sobre a realização de novos exames ou não. O fato do juiz ter determinado que o sangue fique guardado até a decisão está bom para mim", disse.

Em seu despacho, o juiz Maurício Fossen determinou, "apenas por uma questão de precaução e para deixar mais tranqüila a defesa", que sejam preservados no Instituto de Criminalística e no Instituto Médico Legal "os restos dos materiais genéticos que constam em seus arquivos como tendo sido colhidos dos réus, até nova ordem deste Juízo, visando assim permitir a realização de futuras diligências para comprovar suas origens, no futuro, se necessário".

Para o advogado, em algum momento o exame com o suposto sangue do casal Nardoni "será feito". "Não vejo possibilidade de que o júri seja realizado sem que a prova seja feita. Não entendo por que está relutância (para a realização do exame). O sangue que está lá (no IC e no IML) não é deles. Os meus clientes afirmaram por escrito que não retiraram sangue para fazer exame. Isso está nos autos", finalizou.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.