i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Maranhão

Lavrador dizia à filha que anticoncepcional era remédio

Ele classificou como calúnia os indícios do crime nos primeiros depoimentos à Polícia Civil. Filha contou que era obrigada a tomar pilulas como se fossem remédios para anemia

  • PorAgência Estado
  • 18/06/2010 16:17

Preso nesta quinta-feira (18) à noite por ter abusado da própria filha durante um ano, na cidade de Pinheiro, interior do Maranhão, o lavrador Raimundo Pimentel Correia, de 69 anos, classificou como calúnia os indícios do crime nos primeiros depoimentos à Polícia Civil. A filha, de 12 anos, contou que era obrigada a tomar pílulas anticoncepcionais como se fossem remédios para anemia.

Segundo a Polícia, os primeiros abusos aconteceram depois que a esposa do lavrador morreu, há pouco mais de um ano. Exames realizados hoje confirmaram rompimento do hímen da adolescente. Os outros quatro filhos que moravam com o lavrador também confirmaram que o pai abusava sexualmente da filha.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, um filho de 15 anos do lavrador também abusava sexualmente da própria irmã. Existem indícios de que os outros irmãos da jovem (de 16, 14 e 10 anos) a molestavam.

A adolescente sofre de epilepsia e de problemas psicológicos. Nos depoimentos, ela chorou e alegou que tinha medo de ser agredida pelo pai caso o denunciasse.

A prisão temporária de Raimundo Pimentel foi decretada pela 2ª Vara de Pinheiro. A adolescente foi levada para a mesma casa onde está Sandra Monteiro, também abusada pelo pai durante 16 anos. Os outros filhos do lavrador estão no abrigo para menores de Pinheiro.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.