i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Segurança

Levantamento da PM do RJ mostra que um policial é preso a cada 25 horas

  • Por
  • 07/04/2007 20:25

Rio de Janeiro – Oitenta e quatro policiais militares já foram presos até o dia 29 de março deste ano por terem infringido o Código Processual Penal ou o Código Penal Militar. Um PM é preso a cada 25 horas, aproximadamente. Além disso, neste mesmo período, a média de policiais militares expulsos da corporação aumentou, se comparado com os anos anteriores.

De acordo com levantamento feito pela Corregedoria Interna da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, foram feitas 1.008 prisões de policiais militares desde o início de 2004. Esses números não englobam prisões administrativas como as sofridas, por exemplo, por policiais que se atrasam constantemente.

Se o ritmo de detenções continuar, o número de policiais militares presos em 2007 vai chegar a 350, maior do que em 2006, quando 334 PMs foram presos, mas menor que em 2005, quando o número chegou a 355. A Polícia Militar informou que tem atualmente 38.386 homens.

O envolvimento de policiais em crimes já levou à exclusão de 541 PMs desde 2004. Só neste ano, foram 57 demitidos. De acordo com o corregedor-chefe da Polícia Militar, coronel Paulo Ricardo Paul, a expulsão é feita depois da conclusão de um procedimento administrativo disciplinar que comprove que o militar se comportou de maneira indigna com a ética da corporação. Em casos mais graves, a expulsão pode ser determinada independentemente da conclusão do procedimento pelo juiz do caso.

A média de demissões aumentou este ano. A cada dez dias, 6,4 policias foram demitidos este ano. Ano passado, essa taxa ficou em 5,7, e em 2005, em 5,3.

Ao todo, foram aplicadas 1.471 punições disciplinares, quase 17 por dia, até o dia 29 de março deste ano. Média menor que a do ano passado, quando foram realizadas 10.800 punições, cerca de 30 por dia. A maioria das punições – englobando demissões, advertência, e prisões – é por homicídios, porte ilegal de arma e concussão, isto é, a extorsão praticada por funcionário público.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.