Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

HU está superlotado devido ao grande número de pacientes que chegam das cidades vizinhas

A falta de funcionários no Hospital Universitário em Maringá faz com que os pacientes tenham que esperar nos corredores por atendimento médico. Na terça-feira (29) o telejornal Paraná TV 1ª Edição, da RPC, mostrou várias pessoas nesta situação . Pacientes que necessitam fazer cirurgias de emergência, como as da área ortopédica, esperam dias por uma vaga.

Em entrevista ao Paraná TV, nesta terça-feira (30), o superintendente do hospital, José Carlos Amador, disse que a situação é sempre difícil no final de ano, pois o HU recebe pacientes de toda a região de Maringá, superando a capacidade de atendimento. "Atualmente eles chegam de cidades vizinhas em microônibus e em ambulâncias. O hospital foi projetado para ter 300 leitos, mas só conseguimos atender 120, pois há um déficit de 300 funcionários, entre médicos, enfermeiros e auxiliares", afirmou Amador.

Para amenizar a situação, o hospital fez um remanejamento de funcionários. "Fazemos o que é possível. Desativamos alguns setores do hospital para atender a demanda de final de ano", contou o superintendente.

De acordo com Amador, o governo estadual deve contratar, no início do ano, 141 novos funcionários para o HU. "Essa medida irá ajudar a melhorar a situação, mas também é indispensável terminar de construir o hospital, para aumentar o número de leitos", definiu o superintendente.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]