i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Caged

Maringá tem queda nos postos de trabalho e despenca no ranking

De acordo com o Caged, apenas quatro entre os 53 municípios paranaenses com mais 30 mil habitantes obtiveram resultados positivos

  • PorMarcus Ayres
  • 20/01/2010 14:49
Apesar do resultado negativo de dezembro, o Paraná registrou em 2009 um saldo de 69.084 novos empregos formais e fechou o ano com mais de 2,2 milhões de trabalhadores com carteira assinada | AE Notícias
Apesar do resultado negativo de dezembro, o Paraná registrou em 2009 um saldo de 69.084 novos empregos formais e fechou o ano com mais de 2,2 milhões de trabalhadores com carteira assinada| Foto: AE Notícias

Ranking do Emprego em dezembro (por postos de trabalho)

1º Telêmaco Borba (141)

2º Santo Antônio da Platina (84)

3º São Mateus do Sul (66)

4º Palmeira (59)

5º Medianeira (-1)

52º Maringá (-2.015)

Maringá terminou dezembro do ano passado com um dos piores saldos de empregos registrados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). No último mês de 2009, o município teve um índice negativo de 2.015 postos de trabalho. No mês anterior havia sido registrado um saldo positivo de 709.

No total, foram registradas 3.677 contratações em dezembro, 2.119 a menos do que em novembro. Já o número de demissões aumentou de 5.087 para 5.692. Com esse desempenho, Maringá caiu da 6ª para a 52ª posição no ranking paranaense do emprego formal, ficando a frente somente de Curitiba (com -5.922 de saldo) e uma posição atrás de Londrina (com -1.503). Este ano a melhor colocação maringaense foi obtida em março, quando ocupou a vice-liderança (6.836 contratados e saldo de 556), atrás apenas de Cascavel.

O ranking reúne os 53 municípios do Paraná com mais de 30 mil habitantes e entre eles, apenas quatro tiveram resultados positivos em dezembro: Telêmaco Borba (saldo de 141), Santo Antônio da Platina (84), São Mateus do Sul (66) e Palmeira(59). Todos os demais registram uma quantidade maior de demissões do que contratações. Em novembro, apenas oito municípios apareceram com resultados negativos na lista.

Paraná

No último mês de 2009 o Paraná teve redução de 35.984 postos de trabalhador. Ainda assim, a análise feita pelo Ministério do Trabalho e Emprego considera o número bastante favorável, tendo em vista os efeitos da crise financeira internacional.

"Tradicionalmente, os dados evidenciam uma marcada sazonalidade negativa (entressafra agrícola, término do ciclo escolar,esgotamento da bolha de consumo no final do ano, fatores climáticos) no último mês do ano, que permeia quase todos os subsetores de atividade econômica e Unidades da Federação", informa nota técnica. No Brasil foram demitidas 415.152 pessoas no mês de dezembro.

De acordo com o secretário de Estado do Trabalho, Emprego e Promoção Social em exercício, Fernando Peppes, o resultado paranaense é positivo e mostra que o Estado se recuperou bem da turbulência na economia mundial. "A queda registrada em dezembro é normal e está dentro dos patamares históricos. "Em 2009, dezembro foi o único mês em que tivemos saldo negativo, ou seja, mais demissões que admissões. Até novembro tínhamos saldo positivo de 105.068 contratados", informa.

Setores em 2009

Segundo a assessoria de comunicação da Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Promoção Social (Setp), as cidades do interior do Estado foram responsáveis por 60% de todas as contratações realizadas no Paraná em 2009, ou seja, 41.464 empregos. Os demais 27.620 postos de trabalho foram abertos nos 26 municípios que compõem a Região Metropolitana de Curitiba. A capital paranaense, sozinha, respondeu por 18.897 vagas.

As atividades econômicas ligadas ao setor de Serviços foram as que mais disponibilizaram vagas no Paraná, entre janeiro e dezembro de 2009. Ao todo, foram 27.377 postos de trabalho abertos. Destaque para as funções desempenhadas em Alojamento e Alimentação (9.327 empregos); Administração de imóveis (7.305); e Transporte e Comunicação (4.426).

Também registraram resultados positivos: a Indústria de Transformação, (12.829 admissões), Construção Civil ( 8.271), e Comércio (22.755). Em dezembro, devido ao período de entressafra, a Agricultura registrou 7.023 demissões. Com isso, o setor fechou o ano com saldo negativo de 4.381 empregos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.