i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Avenida Colombo

PRF multa cerca de mil motoristas em uma semana de fiscalização

Alguns motoristas vão ser surpreendidos, já que há casos de condutores autuados mais de uma vez

  • PorJornal de Maringá
  • 18/06/2010 17:13

Veja o que dizem os motoristas sobre a fiscalização da PRF na Av. Colombo

Em uma semana de fiscalização na Avenida Colombo, Polícia Rodoviária Federal (PRF) aplicou cerca de mil multas, a maioria por excesso de velocidade. As operações começaram na sexta-feira (11), depois que oDepartamento de Estradas de Rodagem (DER) autorizou o uso de radares.

O número é considerado alto, e por isso a PRF reforça a necessidade de conscientização por parte dos motoristas, que precisam diminuir a velocidade. Treze pessoas já morreram na avenida, apenas em 2010, sendo que durante todo o ano passado foram seis mortes.

Segundo a polícia, a média de velocidade dos condutores multados é de 80 quilômetros por hora, enquanto que o limite permitido é de 60 km/h. Como a multa demora até 30 dias para chegar às casas, alguns motoristas vão ser surpreendidos, já que há casos de condutores autuados mais de uma vez.

"A PRF tem uma preocupação bastante grande com o excesso de velocidade nas vias e a ideia é que o trabalho seja feita de forma continuada", disse Sergio Oliveira, inspetor da PRF. O chefe do Núcleo de Policiamento da Delegacia da PRF de Londrina, que abriga a região de Maringá, Vicente Zangirolani, considera a quantidade relevante.

Começo das multas

Antes do início dos trabalhos, a PRF teve de enviar um estudo técnico ao DER, informando detalhes sobre a avenida, a fim de justificar a utilização dos aparelhos. Por enquanto, só foi utilizado o radar estático.

Zangirolani diz considerar a possibilidade de, futuramente, usar radares dos tipos portátil, móvel e fixo.

Antes de obter a liberação do DER, a Avenida Colombo passou mais de um ano sem fiscalização. Zangirolani diz que, assim que a PRF se tornou responsável pelo trecho, que abrange quase oito quilômetros, em maio do ano passado, operações de fiscalização foram feitas com radares. Contudo, como não havia autorização do DER, não se converteram em autuações. Os dados foram utilizados somente para realizar abordagens educativas com os motoristas.

Por questões estratégicas, a PRF não informa quantos radares e quais pontos são fiscalizados.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.