Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Os vereadores de Maringá aprovaram na sessão desta quinta-feira (4) o reajuste salarial de 3,65% para eles e para os demais servidores da Câmara Municipal. O impacto sobre o orçamento da casa será de R$ 261.362,99 a mais do que o gasto no ano passado. Ao todo, a despesa anual com pessoal será de R$ 7.683.355,72, o que representa 53,21% do orçamento do legislativo maringaense. A proposta volta para segunda discussão na próxima terça-feira (9), e se confirmada, os quinze vereadores deixam de receber R$5.724,00 por mês e passam a ganhar R$5.932,00.

A planilha de gastos indica que o salário dos servidores será responsável por um acréscimo de R$ 213.655,45 sobre o orçamento do ano. Já o subsídio dos parlamentares custará outros R$47.707,53.

Com base na projeção de crescimento da receita para os próximos dois anos e considerando que em 2011 e 2012 não sejam concedidos novos reajustes, o percentual da despesa com salários deve cair gradativamente, para 50,68% no próximo ano e 48,26% no período seguinte. A lei de responsabilidade fiscal limita esse índice a 70%.

Essas foram as considerações apresentadas por Marcos Donizete de Souza, da divisão de finanças e contabilidade, responsável pelos cálculos. O índice de 3,65% de aumento foi calculado com o IPC da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) e corrige a inflação dos últimos doze meses.

Segunda sessão

A sessão desta quinta (4) foi apenas a segunda do ano e a expectativa é de que o ano esquente as discussões. De acordo com o vereador de oposição, Mário Verri (PT), dois temas devem ser bem debatidos ao longo de 2010. "Será um ano de muito trabalho e assuntos decisivos, em especial a licitação do transporte coletivo e o contrato da prefeitura com a Sanepar". Na abertura dos trabalhos, na última terça (2), o prefeito Silvio Barros (PP) esteve presente e falou tais prioridades.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]