i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Noroeste

São Pedro do Ivaí tem aterro, mas deposita lixo a céu aberto

Prefeitura alega que administração anterior inaugurou o novo aterro sanitário sem concluir obras exigidas pelo IAP. Por isso, o local ainda não pode ser usado

  • PorJornal de Maringá
  • 18/06/2010 17:40

Há indícios de que famílias moram e trabalham irregularmente no lixão

Mesmo tendo um moderno aterro sanitário inaugurado em dezembro de 2008, o município de São Pedro do Ivaí, região central, 84 quilômetros de Maringá, despeja os resíduos urbanos num lixão a céu aberto, na zona rural da cidade. No local, o lixo orgânico e os recicláveis são alocados sem nenhuma separação. Ainda há indícios de que famílias de catadores moram e trabalham no local de foram improvisada.

O aterro sanitário nunca foi usado, pois a inauguração ocorreu sem a finalização de parte das obras. Com isso, o Instituto Ambiental do Paraná (IAP) não concedeu licença ambiental.

A atual secretária do meio ambiente de São Pedro do Ivaí, Maria Stela Costa, explica que a inauguração antecipada ocorreu na administração anterior e que as obras exigidas pelo IAP só terminaram no mês passado, incluindo um barracão, que servirá para o trabalho de separação do lixo reciclável. "Estamos só esperando a liberação do IAP. A documentação já está em Curitiba e estamos esperando a vinda desse documento para iniciarmos a operação nesse local", disse ela.

O IAP confirmou as informações da secretária. Segundo o órgão, uma vistoria foi feita no novo aterro e a liberação deve sair nos próximos dias.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.