Uma medição realizada pela Secretaria Municipal de Trânsito (Setran) confirma que a falta de respeito aos limites de velocidade é comum entre os motoristas que trafegam por Curitiba. O levantamento, que foi divulgado nesta segunda-feira (6), mostrou que 42,6% dos motoristas ultrapassaram a velocidade permitida na via durante o período em que agentes monitoravam o trânsito exclusivamente para coletar os dados do estudo. Em um recorte separado, considerando apenas as motocicletas, esta porcentagem é ainda maior: 61,9%.

O levantamento foi realizado durante o mês de agosto na Via Calma da Avenida Sete de Setembro, na faixa exclusiva para ônibus da Rua XV de Novembro e em outras vias comuns (arteriais e coletoras) que são objetos de denúncias de excesso de velocidade ou que apresentam índices acima da média de mortes no trânsito. Estas vias são as ruas Marechal Otávio Saldanha Mazza e Rua Francisco Ratani (Capão Raso); Rua Canadá (Bacacheri); Rua Maria Lúcia Locher de Athayde (CIC); Rua Jovino do Rosário (Boa Vista); Rua Frederico Maurer (Hauer) e Avenida Comendador Franco (Avenida das Torres).

Conforme a Setran, nas vias comuns, das 168 motocicletas pesquisadas, 104 (61,9%) excederam o limite de velocidade permitido. Do total, 54 excederam o limite em até 20%; 43 entre 20% e 50%; e sete acima de 50%.

Dos 982 automóveis pesquisados, 447 (45,5% do total) cometeram infrações: 267 excederam o limite de velocidade permitido na via em até 20%; 143 ficaram entre 20% e 50% acima da velocidade; e 37 acima de 50%.

Ainda nas vias comuns, entre os caminhões, dos 91 pesquisados, 11 (12%) cometeram infrações. Entre os ônibus, dos 31 pesquisados, dois (6,4%) excederam a velocidade entre 20% e 50%. Os dois veículos especiais (remoção, segurança, pública, ambulâncias, etc.) pesquisados excederam a velocidade em até 20%.

Na Via Calma

Na Via Calma da Sete de Setembro, onde a velocidade máxima permitida é de 30 km/h, dos 130 automóveis pesquisados, 40% foram pegos cometendo infrações. A maioria (33) excedeu a velocidade em até 20%. Do restante, 14 superaram a velocidade entre 20% e 50%, e cinco acima de 50%. Segundo a Setran, nesta via a pesquisa foi realizada antes de sua implantação oficial, ou seja, antes das fiscalizações com multa, que só passaram a ocorrer no dia 21 de agosto.

Das quatro motos pesquisadas no local, três das quatro foram infratoras. Uma delas correu 20% a mais que o permitido, e duas tiveram velocidade constatada entre 20% e 50% a mais. Dos 39 ônibus pesquisados, apenas um excedeu a velocidade (em 20%). Dos dois veículos especiais pesquisados, um excedeu a velocidade em até 20% e outro excedeu entre 20% e 50%.

Faixa exclusiva

Na faixa exclusiva de ônibus da Rua XV de Novembro, com velocidade máxima de 50 km/h, dos 30 ônibus pesquisados, quatro (13,3%) cometeram infrações: três excederam a velocidade em até 20% da velocidade e um entre 20% e 50%. Os dois veículos especiais pesquisados excederam a velocidade entre 20% e 50%.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]