i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Exibidos no Fantástico

Áudios atribuídos a padre Robson, ex-reitor do Divino Pai Eterno, sugerem novos crimes

  • PorEstadão Conteúdo
  • 22/02/2021 15:57
Áudios atribuídos a padre Robson, ex-reitor do Divino Pai Eterno, sugerem novos crimes
| Foto: Divulgação / Pai Eterno

Mensagens de áudio apreendidas no celular, computadores e HDs do padre Robson de Oliveira Pereira, da Basílica do Divino Pai Eterno, em Trindade (GO), foram divulgadas no programa Fantástico, da Rede Globo, neste domingo (21), e sugerem a ocorrência de novos crimes relacionados ao sacerdote. Nelas, por exemplo, o padre supostamente participaria de negociações suspeitas e até sugeriria o assassinato de um desafeto. "Se você pudesse matar ele pra mim, eu acharia uma bênção", diz o padre.

A reportagem afirmou que todas as conversas passaram por perícia técnica e ficou comprovado que era o padre Robson falando, segundo os investigadores. O material foi apreendido pelo Ministério Público em uma operação no ano passado.

A defesa do padre garante que as gravações são "fruto de montagens e adulterações feitas por pessoas inescrupulosas" e lembra que o religioso tem sido vítima de extorsão.

As investigações do Ministério Público de Goiás sobre o suposto envolvimento do padre Robson no desvio de R$ 120 milhões culminaram com a Operação Vendilhões, realizada em 2020. O religioso se afastou da presidência da Associação Pai Eterno e Perpétuo Socorro (Afipe) e também da Basílica do Divino Pai Eterno.

O valor teria sido usado, segundo o MP, para aquisição de imóveis, entre os quais uma fazenda de R$ 6 milhões na cidade goiana de Abadiânia e uma casa de praia, no valor de R$ 3 milhões, em Guarajuba (BA). A investigação teve início em 2018, quando padre Robson foi vítima de extorsão e teria pago cerca de R$ 2 milhões para não ter vídeos expostos na internet.

De acordo com o Fantástico, haveria uma rede de corrupção e crime em torno do padre Robson, incluindo desembargadores e uma delegada, além de funcionários da Afipe. A reportagem mostrou ainda um áudio de uma suposta conversa entre o padre e um de seus advogados, na qual eles falam em pagamento de propina a desembargadores.

Segundo o secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, é possível ver com clareza "obstrução de Justiça, tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Segundo ele, é a "ação de uma quadrilha que se apoderou de uma igreja".

Sobre a menção aos desembargadores, o Tribunal de Justiça de Goiás enviou nota ao Fantástico em que afirma: "A Presidência do Tribunal desconhece os fatos narrados na reportagem. Não foram utilizados os meios próprios para trazer ao Poder Judiciário informações ou indícios de eventual conduta inadequada de magistrados para regular apuração. Não se pode presumir a ocorrência de irregularidades no julgamento de processos a partir de conversa entre advogado e cliente".

Em nota, a Afipe afirmou que desconhecia os fatos relatados na reportagem exibida no domingo e reafirmou que o padre Robson não tem contato com a atual diretoria da associação.

Delegada afastada

Em um dos casos de chantagem contra o padre Robson investigados pela então delegada de Trindade, Renata Vieira da Silva, os áudios a que o Fantástico teve acesso sugerem que o sacerdote iria ameaçar um dos homens que estavam tentando extorqui-lo e que levaria com ele um policial e mais uma pessoa armada. O padre também pediu para a delegada que o liberasse daquela "situação", caso o "extremo" viesse a ocorrer. Segundo a reportagem, o sacerdote e o homem não chegaram a um acordo sobre o valor que seria pago para evitar que mensagens do padre Robson fossem tornadas públicas. Também não houve nenhum ato violento entre as partes.

Ainda de acordo com as mensagens de áudio relevadas pelo programa da Rede Globo, o padre pediu que a delegada corrigisse um dos depoimentos dados por ele à Polícia Civil. Em troca desses "favores", o Fantástico afirmou que a delegada ganhou um contrato para vender fragrâncias aromatizantes na igreja em Trindade.

Em nota enviada ao Fantástico, a delegada Renata Vieira da Silva afirmou que era amiga do padre Robson de 2009. Ela salientou que o padre era a vítima do crime do inquérito policial que ela presidiu - sobre eventual crime extorsão contra o religioso - e que todos os ditames legais foram seguidos.

Na sexta-feira (19), a Polícia Civil de Goiás afastou a delegada do comando do distrito policial de Trindade. A delegacia de Trindade está sob intervenção.

Relembre o caso

O Grupo de Atuação ao Crime Organizado (Gaeco) do MP-GO deflagrou, em 21 de agosto, a Operação Vendilhões, que cumpriu mandados de busca e apreensão em 16 endereços ligados ao padre Robson. A ação policial foi autorizada pelo juízo da Vara de Feitos Relativos a Organizações Criminosas e Lavagem de Capitais. Um pedido de prisão do padre chegou a ser solicitado pelo MP, mas foi negado pela Justiça.

As investigações tinham sido trancadas por decisão dos desembargadores da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Goiás, em outubro, mas foram retomadas após decisão do presidente do TJ-GO, Walter Carlos Lemes, em dezembro de 2020.

Ainda em dezembro do ano passado, padre Robson e mais 17 pessoas foram denunciados pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO) por supostos crimes cometidos com as doações feitas pelo fiéis à Associação dos Filhos do Pai Eterno (Afipe). O sacerdote foi denunciado pelo MP-GO pelos crimes de organização criminosa, apropriação indébita, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica. A Justiça decidir se aceita ou não as denúncias e por quais crimes.

No início das investigações, o religioso já havia sido afastado tanto da direção da Afipe quanto da reitoria do Santuário Basílica do Divino Pai Eterno, em Trindade (GO).

7 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 7 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • M

    Marcos Ctba

    23/02/2021 11:52:13

    e estava sendo extorquido porque tinha ilicito, o ser humano é fraco, prefere a vida leve , ter vantagem , acham que merecem . e esse padre se empolgou com as mordomias.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • S

      Stalin Amim Chaves

      23/02/2021 4:48:26

      Com a palavra a Igreja Católica!

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • J

        José Inácio Leite

        23/02/2021 1:21:38

        Como ele pode ser acusado de apropriação indébita , se os valores foram depositados espontaneamente pelos fiéis? Somente esses poderiam achar um crime em sua conduta. Não me consta que nenhum fiel esteja arrependido de ter feito a doação.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • S

          Salo

          23/02/2021 1:12:08

          Fico pensando naqueles que achavam que estavam ajudando a construir uma Igreja para evangelizar e ajudar os necessitados, os pobres. E para isso, fizeram doações de elevados valores, tirando até dinheiro para suas subsistências. Muitos idosos fervorosos, enganados e que custam a acreditar que aquele que tinha uma conversa teatral e mole, era na verdade uma pessoa que desrespeitava o que pregava e se envolvendo com mulher casada, desviando valores para cobrir sua ganância e da quadrilha, conforme denunciado

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • A

            adriana lira menezes

            22/02/2021 22:26:29

            Essas reportagens mais fofoqueiras do que investigativas acho que atrapalha mas do que esclarece alguma coisa. Não sei se o padre fez alguma coisa de errado ou não, mas fico me perguntando com tanto bandido solto por ai estão indo atrás do padre; que até o momento não foi julgado, estão apenas investigando.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • A

              Afonso Celso Frega Beraldi

              22/02/2021 22:13:08

              Viram? Sempre ha um funcionario publico e algum abutre togado dando guarida a bandidos.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • T

                Tommaso

                22/02/2021 22:08:32

                Os pederastas estão se sofisticando nos crimes.

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                Fim dos comentários.