i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos

Com foco nos jovens, MMFDH lança edital para ajudar negros, mulheres e deficientes a empreender

  • Por Leonardo Desideri
  • Brasília
  • 19/10/2020 11:20
damares alves
A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves.| Foto: Carolina Antunes/PR

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, liderado por Damares Alves, lançou o edital do Programa Horizontes na semana passada, para promover o empreendedorismo entre jovens de cinco públicos: mulheres, negros, deficientes, transgêneros e marajoaras. O projeto vai distribuir um total de R$ 5 milhões entre esses cinco públicos.

A secretária da Juventude, Emilly Coelho – que assumiu o cargo em agosto deste ano –, explica que a pandemia da Covid-19 motivou a iniciativa. “Muitos jovens perderam seus empregos, e a pandemia acelerou as questões tecnológicas”, diz Emilly Coelho, secretária da Juventude do MMFDH. “As dinâmicas de emprego jamais serão as mesmas. Infelizmente, não vai ter emprego formal para todo o mundo.”

Emilly observa que muitos jovens não sonham em ter um emprego formal com carteira assinada, como costumava ocorrer com seus pais. “A gente começou a estudar uma forma de trazer uma alternativa para a juventude. A gente não quer dizer que todos os jovens têm que ser empreendedores, mas quer apresentar uma opção para eles”, afirma.

O Horizontes vai ser feito em parceria com a sociedade civil. Instituições voltadas a atender mulheres, negros, deficientes, transgêneros e marajoaras receberão apoio financeiro do governo para oferecer workshops, aulas à distância e formações presenciais relacionadas ao empreendedorismo. As melhores iniciativas nesse sentido serão selecionadas pelo ministério de Damares Alves. Para cada um dos cinco públicos será destinado um valor de R$ 1 milhão.

“Nossa expectativa com esses pilotos é capacitar 10 mil jovens para que eles ou iniciem os seus negócios, para aqueles que não têm, ou consolidem os seus negócios, para aqueles que já têm negócios”, diz Emilly.

Escolha criteriosa das instituições evitará carga ideológica, garante secretária

A secretária da Juventude garante que a parceria com entidades que atendem a esses públicos será criteriosa para evitar fomentar instituições que atuem com radicalismo ideológico. “Vamos fazer uma fiscalização muito próxima. Vamos ter comissões para fiscalizar as execuções. E vamos ser muito criteriosos já na seleção das entidades”, afirma.

Emilly explica que a escolha dos públicos teve a ver com o grau de vulnerabilidade que eles experimentam. Em relação às mulheres jovens, por exemplo, ela recorda que “durante a pandemia, das microempresas que fecharam, a grande maioria foi de mulheres jovens”.

Sobre os jovens com deficiência, ela diz que a lei que estabelece uma cota para deficientes em empresas não é suficiente. “É muito difícil que o mercado de trabalho absorva eles. Os empresários preferem pagar a multa a cobrir a cota. A gente não quer só que os empresários cumpram a cota. A gente quer ir além”, destaca.

Em relação ao público transgênero, a secretária destaca que fomentar o empreendedorismo teria um caráter preventivo. “Muitas vezes, os jovens passam pela transição e as famílias não são receptivas a essa situação, e eles são colocados para fora de casa. Nesse momento, eles entram para o mundo da prostituição ou das drogas. Depois, não tem nenhuma política pública que alcance. Eles morrem muito cedo”, afirma.

Quanto aos jovens do arquipélago do Marajó, que também serão atendidos, Emilly destaca que a região tem o menor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do Brasil, e que o apoio ao empreendedorismo entre jovens ajudaria a tornar a situação social menos precária na região.

Programa ID Jovem é outro foco da pasta de Damares para jovens

Além do programa Horizontes, outro foco do trabalho da nova secretária da Juventude nestes primeiros meses à frente do órgão tem sido o ID Jovem, um documento digital para jovens de baixa renda que garante meia-entrada em eventos culturais e esportivos, além de viagens interestaduais gratuitas ou com descontos.

Apesar de existir há mais de um ano, o programa ainda não ganhou a adesão massiva dos jovens de baixa renda, o que é visto como um problema pela pasta de Damares Alves. Até agora, só 600 mil brasileiros ingressaram no ID Jovem, que atende a pessoas de 15 a 29 anos. O único requisito para aderir é a faixa etária – não é necessário ser estudante.

Emilly está em articulação com outros ministérios para integrar o ID Jovem a outros programas do governo federal e, dessa forma, dar maior publicidade ao documento digital. “Infelizmente ele não é muito conhecido entre os jovens, principalmente entre aqueles que mais precisam. A gente tem que publicizar isso”, diz.

A secretaria da Juventude deverá lançar em novembro um novo aplicativo para o programa, com mais funcionalidades. O app passará a funcionar como um hub de programas do governo federal voltados a jovens de baixa renda. O MMFDH considera o ID Jovem a principal aposta entre suas políticas públicas para a juventude, e tem feito articulações para que o novo app seja lançado em conjunto com a Presidência.

12 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 12 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • S

    Sérgio Guerra

    ± 0 minutos

    Eu quero empreender e estou sem grana e sou branco pra onde eu corro?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Admar Luiz

    ± 1 horas

    Ui ui a esquerda pira, hein? Afinal, ela se acha a dona das narrativas, das pautas de defesa das minorias? Politicas públicas para ajudar minorias são bem vindas. Bem como para maiorias também. Independente de credo, cor, partido, ou sei lá mais quê.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    2 Respostas
    • E

      ED-84

      ± 39 minutos

      Pira, e pira com força! A esquerda apoiar algo vindo da direita? kkk. Não viaja, amiguinho.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • C

      Carlinhos

      ± 1 horas

      A ESQUERDA apoia. veja abaixo quem está pírando.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    Walter

    ± 2 horas

    Se essa notícia possuir veracidade, fica parecendo com a da Magazine Luiza, que segregou negros e brancos. Idéia no mínimo duvidosa.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • S

    sebastião orlando machado

    ± 2 horas

    Meu Deus!! Os jovens que perderam emprego, ou encontram-se em dificuldades e não fazem parte destas classes, não tem direito a receber ajuda??? Infelizmente estão se deixando influenciar pela esquerda, e caindo na armadilha da divisão de classes. estou decepcionado com a Damares

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    2 Respostas
    • C

      Carlinhos

      ± 1 horas

      E você não vão fazer um golpe contra este "socialismo"?

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • J

      JOSIL

      ± 2 horas

      Amigo, é como eu disse abaixo - a oposição cínica e hipócrita -, quem perdeu a boquinha, os ******* de "esquerda", "osartista", imprensa/mídia, etc, estão forçando o governo a essas atitudes. É uma maneira de conseguir o mínimo de governabilidade. Vivemos em um mundo de mentiras, hipocrisia e egoísmo!

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    JOSIL

    ± 2 horas

    Infelizmente, a política de desinformação criada pela hipocrisia ideológica, força atitudes como essa, de governos. Nada a ver similaridade nesses grupos; mulheres nada a ver com negros, deficientes; os demais também, nada a ver um com outro. Mas, a mentira, o cinismo hipócrita da ideologia de esquerda, nos força a implementar e aceitar essas aberrações. Fosse um deles, principalmente mulher ou negro, teria vergonha de ser paparicado pelo Estado. MAS, FOI ISSO QUE O SOCIALISMO/COMUNISMO, QUE NUNCA ACABOU, IMPINGIU NA HUMANIDADE, PARA DOMINÁ-LA. DIVIDIR, PARA ESCRAVIZAR... HORROR!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • C

      Carlinhos

      ± 1 horas

      E você não vão fazer um golpe contra este "socialismo/comunismo" do BOSZO?

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • W

    wilmar scoz

    ± 3 horas

    Que lastimável o estado querer planejar a sociedade. É o socialismo em ação. Isso é um desastre para a sociedade. Privilegiar grupos, para forçosamente empurrá-los no mercado, é falta de visão. O estado tem que liberar o povo e não amará-lo politicas ideológicas.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • C

      Carlinhos

      ± 1 horas

      E você não vão fazer um golpe contra este "socialismo"?

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]