Morreu, neste domingo (12), o piloto de 40 anos vítima do acidente com um bimotor na noite desta quinta-feira (9) no Vale do Rio Doce, em Minas Gerais. Ele faleceu durante a madrugada, de acordo com a assessoria de imprensa do Vitória Apart Hospital, no Espírito Santo, onde ele estava internado. O corpo vai ser transferido para Campo Grande (MS), segundo a assessoria da Legião da Boa Vontade (LBV).

No acidente, ele teve 80% do corpo queimado, segundo o Hospital Márcio Cunha, em Ipatinga (MG), onde ele recebeu atendimento antes de transferido para o Espírito Santo.

Com o piloto, o acidente deixou quatro mortos. No momento da queda morreram uma repórter, um cinegrafista e um fotógrafo da Legião da Boa Vontade, que viajavam para a cobertura da entrega de cestas básicas na campanha de natal. Um sobrevivente – o diretor-executivo da LBV – permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Segundo a equipe médica, o quadro de saúde está em fase de reestabilização e se mantém estável.

Segundo a assessoria da LBV, o cinegrafista e o fotógrafo, de 25 e 26 anos, foram enterrados neste domingo (12), às 10 horas, no Cemitério Parque Jaraguá, em São Paulo. O enterro da repórter, de 35 anos, foi às 14h30 em Campo da Esperança, em Brasília/DF.

Neste sábado (11), três integrantes do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), do Ministério da Defesa, estiveram no local do acidente com o avião bimotor B-55. De acordo com o coronel Antônio de Almeida, que esteve no local e concedeu entrevista a afiliada da Rede Globo – Intertv dos Vales –, em 30 dias um relatório desta ação inicial será emitido. Já o prazo para o relatório final é de um ano, "mas depende muito das condições e informações que vamos obter".

A Polícia Militar acompanhou os trabalhos do Cenipa no local do acidente. Segundo a polícia, a equipe levou o motor do lado esquerdo da aeronave para análise. Eles ainda tiraram fotografias, examinaram o terreno e colheram detalhes para a produção do laudo. O isolamento e a preservação do local ficaram sob a responsabilidade da PM. A polícia informou que a equipe do Cenipa já deixou a cidade e retornaram ao Rio de Janeiro, de onde vieram.

De acordo com a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), o avião – modelo BE55, prefixo PT-LEU – decolou do Aeroporto de Vitória às 18h31, desta quinta-feira (9), com destino a Brasília. Horas depois, caiu na zona rural de Bom Jesus do Galho, na região do Vale do Rio Doce de Minas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]