Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado

O motorista Wellington Martins, conhecido como Geleia, continua internado em estado grave, na manhã deste sábado (11), na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no Hospital das Clínicas, na capital paulista. Ele foi baleado na cabeça durante o ataque que matou o prefeito de Jandira (Grande São Paulo), Walderi Braz Paschoalin (PSDB), na sexta-feira. Martins passou por uma cirurgia na tarde de sexta, mas segundo o hospital, seu quadro de saúde segue inalterado.

Os dois foram atacados quando chegavam a uma estação de rádio, no bairro Jardim Mirante, para participar de programa semanal feito pelo prefeito, por volta das 8 horas. Segundo a assessoria da Prefeitura, Paschoalin estava em um carro convencional, sem o uso de blindagem. O prefeito foi atingido no peito.

Os dois foram socorridos por equipes da Guarda Civil Metropolitana (GCM). Paschoalin não resistiu aos ferimentos e o motorista foi levado para o hospital Sameb, em Barueri, e depois encaminhado ao Hospital das Clínicas.

A Justiça de São Paulo decretou no início da madrugada de hoje a prisão temporária dos quatro suspeitos de participação no crime. O pedido foi feito pelo Setor de Homicídios, da Delegacia Seccional de Carapicuíba, cidade vizinha.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]