i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Denúncia

Nova carga de leite "batizado" seria distribuída no Paraná

Análise do produto aponta "aspecto apodrecido" e alto teor de água. Operação deflagrada pelo MP gaúcho também mapeou a distribuição de quase 300 mil litros de leite com formol para o PR e SP

  • PorFolhapress
  • 17/03/2014 17:12

A análise de amostras de uma nova carga de leite apreendida sob suspeita de adulteração no interior do Rio Grande do Sul constatou que o leite estava com "aspecto apodrecido" e alto teor de água, em condições impróprias para o consumo.

O teste laboratorial, cujo resultado saiu nesta segunda-feira (17), não apontou a presença de formol no produto.

De acordo com o Ministério Público do Rio Grande do Sul, a carga analisada foi apreendida na cidade de Entre-Ijuís (a 450 km de Porto Alegre), na rota do transporte de leite "batizado".

Esse é mais um capítulo de uma operação deflagrada pelo Ministério Público do RS que mapeou a distribuição de quase 300 mil litros de leite contaminado com formol partindo do Rio Grande do Sul para cidades de São Paulo e Paraná.

De acordo com o promotor Alcindo Bastos, da Promotoria de Defesa do Consumidor de Porto Alegre, após uma denúncia, equipes do Ministério Público e do Ministério da Agricultura flagraram o momento em que a carga de leite irregular era retirada de dois caminhões e colocada em um caminhão bitrem.

"Sete homens estavam fazendo o carregamento no pátio de chão batido em um posto de combustíveis, sem nenhuma condição de higiene", afirmou Bastos.

Ainda segundo o promotor, o leite seguiria para o município gaúcho de São Martinho para, depois, ser comercializado no Paraná.

As pessoas flagradas no transporte irregular de leite foram notificadas pelo Ministério da Agricultura e os caminhões, apreendidos.

"Já havia uma ordem de apreensão dos caminhões que foram identificados fazendo o transporte de formol para fazendas da região", informou o promotor.

O resultado de outras amostras de leite recolhidas em Entre-Ijuís deverá sair ainda nesta semana.

Operação

Promotores deflagraram na semana passada uma nova fase da operação contra fraudes na fabricação de leite no interior gaúcho. O alvo são cooperativas e transportadoras, suspeitas de adicionar formol, uma substância cancerígena, como meio de aumentar o volume do produto.

Ações de busca e apreensão ocorreram em oito municípios. Das 43 amostras de leite sob suspeita de adulteração, 12 confirmaram presença de formol. Uma pessoa foi presa.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.