i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
nova era

Obama chega para visita histórica a Cuba

Presidente dos EUA terá encontro com Raúl Castro e com dissidentes. Na terça, último dia da viagem, ele fará o esperado discurso televisionado ao povo cubano

    • Havana (Cuba)
    • Das agências
    • 21/03/2016 03:00
    Obama, a esposa Michelle e as filhas Sasha e Malia desembarcam no aeroporto de  Havana. | Yuri Cortez/AFP
    Obama, a esposa Michelle e as filhas Sasha e Malia desembarcam no aeroporto de Havana.| Foto: Yuri Cortez/AFP

    O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, desembarcou no domingo (20) em Havana, capital de Cuba, para uma visita histórica, marcada pelo simbolismo e pelas fortes expectativas de uma nova era de relações entre Estados Unidos e Cuba após décadas de hostilidade entre os dois países.

    A aeronave Força Aérea 1 tocou o solo cubano às 16h25 (17h25 horário de Brasília). O presidente saiu do avião acompanhado pela primeira-dama, Michelle Obama, pelas filhas Sasha e Malia e pela sogra, Marian Robinson.

    O plano é ficar dois dias e meio em Havana para reuniões com o presidente de Cuba, Raúl Castro, e dissidentes. Na terça-feira, Obama fará o esperado discurso televisionado ao povo cubano e, no mesmo dia, à tarde, parte para a Argentina. A viagem de Obama a Cuba – a primeira de um presidente americano no cargo desde Calvin Coolidge, em 1928 – ocorre 15 meses depois que ele e Castro anunciaram o retorno das relações diplomáticas.

    O primeiro compromisso de Obama foi com funcionários da embaixada dos Estados Unidos, seguido de um passeio a pé por Havana Velha. Obama visitou ainda a catedral da cidade, onde foi saudado pelo cardeal Jaime Ortega, que, juntamente com o Papa Francisco, ajudou na aproximação entre os EUA e Cuba.

    Prisões

    A poucas horas da chegada de Obama em Havana, ativistas liderados pelas Damas de Branco, organização criada pelas esposas dos presos políticos, que protestavam contra o governo comunista, foram detidas e levados a veículos por agentes do Estado. Dos ônibus, os opositores pediram por “liberdade”.

    Farc, projetos bilaterais e jogo de beisebol estão na programação

    • Havana (cuba)

    Na segunda-feira (21), o principal evento EUA-Cuba marcado é uma reunião com Raúl Castro, com quem Obama deverá debater projetos de cooperação bilateral e assuntos regionais, como o processo de paz entre o governo da Colômbia e guerrilheiros das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), mediado por Cuba. Além disso, está prevista uma reunião do presidente americano com dissidentes do regime.

    Na terça, Obama fará um discurso televisionado ao povo cubano do Gran Teatro Alicia Alonso, antes de assistir a um jogo de beisebol entre a equipe americana Tampa Bay Rays e a seleção cubana. O discurso, segundo seu assessor, Ben Rhodes, será uma "oportunidade para Obama descrever o curso em que estamos, revisar a complicada história entre nossos países e falar da razão por trás dos passos que tomamos".

    Um pequeno grupo de legisladores do Partido Republicano participa da histórica viagem. Eles veem o embargo como contrário aos princípios de liberdade econômica do partido e acreditam que não cabe ao governo dizer para que lugares os cidadãos podem viajar.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.