i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
litoral do paraná

Paranaguá enfrenta epidemia de dengue

Outros quatro municípios do Norte do Paraná também estão em situação epidêmica

  • PorCarolina Pompeo
  • 05/01/2016 19:09
 | Aniele Nascimento/Gazeta do Povo
| Foto: Aniele Nascimento/Gazeta do Povo

Devido ao alto número de casos de dengue registrados no município, o governo estadual declarou situação epidêmica em Paranaguá, no Litoral do Paraná, nessa terça-feira (5). O parâmetro adotado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para caracterizar epidemia é quando a incidência de dengue é superior a 300 casos por 100 mil habitantes. Paranaguá já notificou 491 casos desde agosto de 2015.

De acordo com a assessoria da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), essa é a primeira vez que um município do Litoral é considerado epidêmico para a doença. A secretaria informou ainda que, para conter a proliferação do Aedes aegypt e tentar reduzir o número de casos, o governo realizou um repasse emergencial para o município no fim de dezembro, no valor de R$ 255 mil.

Confira a cobertura completa sobre o Aedes aegypti e as doença relacionadas ao vírus

Dengue em números

Entre agosto de 2015 até o momento:

126 municípios paranaenses têm casos de dengue confirmados

15.118 casos notificados

1.726 casos já foram confirmados

Em 1.636 casos, a doença foi contraída no Paraná

Em 90 casos, foi contraída em outros estados

O dinheiro deve ser utilizado para reforçar ações de prevenção, para contratação de agentes de combate à dengue temporários e para a identificação e eliminação de focos do mosquito. Em agosto e dezembro já haviam sido realizados mutirões para monitoramento de pontos propícios para a criação do mosquito e aplicação de inseticida contra o mosquito. Nesse sábado (9), outro mutirão será realizado.

Brasil tem 3 mil casos suspeitos de microcefalia relacionados ao zika

Leia a matéria completa

Ainda segundo a Sesa, apesar da situação endêmica, nenhum dos casos registrados em Paranaguá evoluiu para quadro de hemorragia – dos 491 casos, apenas 43 apresentaram sinal de alarme (vômito, dor abdominal contínua e intensa, hipotermina, entre outros).

Dengue no Paraná

Segundo boletim divulgado nessa terça-feira (5) pela Sesa, outros quatro municípios estão em situação de epidemia de dengue: Munhoz de Mello, Santa Isabel do Ivaí, Itambaracá e Guaraci, todos localizados ao Norte do Paraná.

Em todo o estado, 1.726 casos de dengue já foram confirmados. Apenas dois pacientes evoluíram para a forma grave da doença, mas nenhum morreu.

Em Curitiba, 252 casos foram notificados. Desses, apenas sete foram confirmados, todos importados de outras regiões.

Zica e Chikungunya

O boletim ainda traz informações sobre o zika vírus. Desde agosto do ano passado foram notificados 30 casos suspeitos no Paraná, sendo que seis já foram descartados por terem diagnóstico laboratorial confirmado para dengue. Os demais seguem sendo investigados.

Já a febre chikungunya foi diagnosticada em um paciente, infectado dentro do estado. O caso foi registrado em Mandaguari e o paciente já fez tratamento e passa em. Outros três casos foram registrados, porém o contágio se deu em outros estados.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.