Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A Polícia Civil prendeu pelo menos oito pessoas suspeitas de explorarem sexualmente travestis em Curitiba. As prisões fazem parte da operação Keshara, que foi deflagrada na manhã desta segunda-feira (21) para cumprir 11 mandados de prisão e outros 12 de busca e apreensão.

As investigações começaram em agosto deste ano, após uma apreensão de droga a base de ketamina – que é relativamente nova no mercado. Segundo a polícia, o suspeito apontado como líder da quadrilha extorquia as vítimas, obrigando-as a vender a droga para os clientes durante o programa sexual. Ele está entre os presos desta manhã.

Ainda de acordo com a polícia, os crimes ocorriam no Centro e no Boqueirão. Além de explorar sexualmente diversos travestis, a quadrilha também é suspeita de extorsão, roubos, furtos e receptações de veículo.

As investigações estão sendo conduzidas pelo 7º Distrito Policial. Também participam da ação policial nesta manhã, policias da Delegacia de Furtos e Roubo (DFR), Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), Delegacia de São José dos Pinhais, Delegacia do Consumidor (Delcon), além de policias da Divisão Policial da Capital (DPCap).

Keshara, o nome da operação, significa experiência fora do corpo, mesmo efeito da Ketamina apreendida com um dos integrantes suspeito de participar da quadrilha.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]