i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
escavação

Polícia procura por suposto cemitério clandestino em Minas Gerais

O local seria usado por grupo preso nesta terça-feira. Segundo a polícia, já foram encontrados 4 pedaços de ossos nesta quarta

  • PorG1/ Globo.com
  • 15/09/2010 16:25

A Polícia Civil faz buscas, na tarde desta quarta-feira (15), no bairro Nova Pampulha, em Ribeirão das Neves, Região Metropolitana de Belo Horizonte, para tentar encontrar um suposto cemitério clandestino. O local seria usado por um grupo, preso nesta terça-feira, em Nova Serrana, centro-oeste do estado, para enterrar suas supostas vítimas.

De acordo com a polícia, quatro pedaços de ossos foram encontrados nesta quarta-feira (15). Homens do Corpo de Bombeiros estão auxiliando na escavação. Ainda segundo a polícia, o material recolhido vai ser encaminhado para o Instituto de Criminalística.

Prisão do grupo

Dez pessoas foram presas e dois adolescentes, apreendidos, nesta terça-feira (14), durante uma operação da Polícia Civil na Região Metropolitana de Belo Horizonte e em Nova Serrana, no centro-oeste de Minas Gerais. Eles são suspeitos de cometer nove homicídios nos últimos três anos. Os investigadores suspeitam que as vítimas podem ter sido enterradas em um cemitério clandestino.

Ainda segundo a polícia, o último crime aconteceu em junho e, assim como os demais, tinha relação com o tráfico de drogas. De acordo com o delegado Rodrigo Noronha, as vítimas eram decapitadas e, algumas vezes, os corpos eram queimados.

Entre os suspeitos, estão três mulheres e dois adolescentes. Todos têm passagem pela polícia. O suspeito de ser o chefe da quadrilha também foi preso na operação. Com o grupo, foram encontradas cinco armas e munição. Três pessoas ainda estão foragidas.

A existência do cemitério clandestino é investigada na Grande BH. Os suspeitos foram levados para o presídio de Nova Serrana, no centro-oeste de Minas. Eles podem responder pelos crimes de homicídio qualificado, formação de quadrilha, tráfico de drogas, corrupção de menores e posse ilegal de armas.

Segundo a polícia, os dois menores foram levados para a carceramgem da delegacia de Nova Serrana, onde estão em celas separadas dos presos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

    Fim dos comentários.