i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Leilão

Portinari bate recorde em NY

  • PorFolhapress
  • 30/05/2013 21:03
“Meninos Soltando Pipas” atingiu o valor mais alto já pago em leilões para obras de Candido Portinari | Eduardo Munoz/Reuters
“Meninos Soltando Pipas” atingiu o valor mais alto já pago em leilões para obras de Candido Portinari| Foto: Eduardo Munoz/Reuters

O quadro "Meninos Soltando Pipas", de Candido Portinari (1903-1962), foi vendido ao preço recorde de U$ 1,44 milhão (cerca de R$ 3 milhões), em leilão na Casa Christie’s de Nova York, na noite de ontem.

O óleo sobre tela, pintado em 1941, atingiu o mais alto valor já pago em leilões para obras do pintor brasileiro e superou a estimativa da casa – de U$ 800 mil a U$ 1,2 milhão. O quadro foi a venda mais alta da primeira noite do leilão de obras de artistas da América Latina, que totalizou cerca de R$ 34 milhões.

Avaliada entre US$ 2,5 milhões e US$ 3,5 milhões, a estrela da noite, "El Prisionero de la Luz", do chileno Roberto Matta (1911-2002), não encontrou comprador.

Também tiveram destaque três pinturas em têmpera do brasileiro Alfredo Volpi (1896-1988), entre elas "Fachada (no. 1331)", produzida no fim dos anos 1960, vendida por US$ 783.750 (cerca de R$ 1,65 milhão).

O artista brasileiro Milton Dacosta também bateu recorde com a venda de "Figura" a US$ 171.750 (cerca de R$ 360 mil), óleo sobre tela de 1954.

"A força do mercado brasileiro reinou suprema", disse Virgilio Garza, responsável pelo setor de arte da América Latina da Christie’s.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.