i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
CRISE

Prefeitura de Curitiba decreta recesso nos próximos três dias para economizar

Somado ao ponto facultativo da última sexta-feira (23), a administração municipal terá trabalhado integralmente apenas dois dos últimos nove dias do ano. Governo do estado também está em recesso

  • PorRaphael Marchiori
  • 27/12/2016 10:23
Rafael Greca criticou o recesso decretado por Gustavo Fruet | Aniele Nascimento/Gazeta do Povo
Rafael Greca criticou o recesso decretado por Gustavo Fruet| Foto: Aniele Nascimento/Gazeta do Povo

Faltando cinco dias para o fim do seu mandato, o prefeito Gustavo Fruet (PDT) decidiu decretar recesso nos dias 28, 29 e 30 de dezembro. Somado ao ponto facultativo da última sexta-feira (23), a administração municipal terá trabalhado integralmente apenas dois dos últimos nove dias do ano. Vale lembrar que o governo do estado também decretou recesso para os servidores estaduais, de 26 a 30 de dezembro.

A medida adotada pela gestão Beto Richa (PSDB) foi justificada em razão das comemorações de Natal e ano-novo. Já o recesso do executivo municipal foi decretado por razões econômicas. Segundo o decreto publicado o Diário Oficial do município, haverá economia de gastos com água, energia elétrica, transporte, material de consumo e telefonia em função do recesso.

O texto diz também que, além da economia, a medida considera a “efetiva redução do público que busca atendimentos de rotina nos órgãos da Administração Municipal em razão das festividades de Natal e de Ano Novo e o recesso na semana que antecede o Ano Novo nas repartições do Poder Executivo Estadual, Legislativo, Judiciário e Tribunal de Contas”.

Na última sexta-feira (23), reportagem da Gazeta do Povo mostrou que a Rua XV de Novembro havia sido tomada por ambulantes em função da suspensão da fiscalização em finais de semana e dias de ponto facultativo como aquele. A medida, segundo o município, foi adotada por conta de uma “expressiva queda na arrecadação que obrigou a Prefeitura a fazer uma série de cortes de despesas, inclusive de horas extras, a fim de garantir o pagamento de salários e o funcionamento de serviços essenciais”.

Farpas

Logo após o anúncio do decreto, o prefeito eleito Rafael Greca criticou a paralisação dos serviços. Em postagens em redes sociais, Greca disse que Curitiba estava “paralisada” nos últimos dias da gestão Fruet. Em nota, o atual prefeito acabou rebatendo o futuro dizendo que a expectativa é de que Greca cancele os feriados de 2017, como fez com a Oficina da Música.

A assessoria de imprensa da gestão Fruet disse que os serviços essenciais não serão paralisados e que ainda haverá pessoal interno trabalhando, por exemplo, em atividades como a folha de pagamento dos servidores municipais.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.