i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Religião

Processo de beatificação de dom Luciano começa nesta quarta (27)

Os "sinais de crescente fama de santidade" do ex-arcebispo de Mariana (MG) serviram para o início do procedimento. O religioso, morto em 2006, teve sua trajetória marcada pela defesa dos direitos humanos e das camadas mais pobres da sociedade

  • PorAgência Estado
  • 26/08/2014 15:31

A Arquidiocese de Mariana, na região central de Minas Gerais, dará início nesta quarta-feira (27) ao processo de beatificação e canonização de dom Luciano Mendes de Almeida, cuja trajetória foi marcada pela defesa dos direitos humanos e das camadas mais pobres da sociedade. O processo de beatificação do religioso, cuja abertura foi autorizada pela Congregação Para Causa dos Santos, em maio passado, não tem prazo para ser concluído.

O procedimento será iniciado com uma missa solene que será presidida pelo atual arcebispo de Mariana, dom Geraldo Lyrio Rocha. O cargo foi exercido por dom Luciano de 1988 até 2006, quando ele morreu vítima de falência múltipla de órgãos. O pedido de abertura do processo foi feito em edital do próprio dom Geraldo diante dos "sinais de crescente fama de santidade de dom Luciano Pedro Mendes de Almeida".

Segundo a arquidiocese, para que o religioso seja beatificado, será necessário comprovar, por meio de documentos e depoimentos, que durante sua vida ele defendeu e praticou virtudes cristãs como a fé e o amor a Deus. Após a primeira fase do processo, que será realizada toda em Mariana, o caso será enviado para o Vaticano. Caso a documentação seja aprovada, ele será decretado venerável pelo papa Francisco e, após isso, pode ser beatificado com a comprovação de um milagre, ou santo, com a confirmação de um segundo milagre.

Ligado à Companhia de Jesus e doutor em Filosofia, dom Luciano foi bispo auxiliar de São Paulo em meados da década de 1970 e foi nomeado arcebispo de Mariana pelo papa João Paulo II, morto em 2005. Entre outros postos, o religioso, nascido em 1930 no Rio de Janeiro, atuou, entre 1979 e 1986, como secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), entidade que presidiu de 1987 a 1994.

Durante a ditadura militar que vigorou no Brasil entre 1964 e 1985, dom Luciano foi uma das principais vozes pode reformas sociais e em defesa dos direitos humanos dos perseguidos pelo regime, principalmente de padres e outros religiosos presos e torturados por agentes do governo. Ele morreu em 27 de agosto de 2006, no Hospital das Clínicas de São Paulo, onde ficou internado mais de um mês lutando contra um câncer no fígado.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.