Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Delegada Sabrina Alexandrino explica que a vítima foi testemunha da morte do namorado e essa hipótese para o crime será investigada | Antônio More/Gazeta do Povo
Delegada Sabrina Alexandrino explica que a vítima foi testemunha da morte do namorado e essa hipótese para o crime será investigada| Foto: Antônio More/Gazeta do Povo

Foi identificada a mulher que foi morta e esquartejada no Centro Cívico, em Curitiba, na quarta-feira (2) de finados. Trata-se de Júlia Alvarenga Formizano, de 37 anos. Segundo a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) ela seria usuária de drogas. O primeiro suspeito foi preso no dia do crime e um segundo homem, apontado como envolvido no crime, foi detido na tarde da última sexta-feira (4).

O motivo do crime ainda é um mistério para a polícia. A DHPP agora busca saber ainda se uma terceira pessoa pode ter participação no assassinato, uma vez que se sabe, através das imagens das câmeras de segurança, que os dois homens presos transportaram o corpo.

Depois da identificação da mulher, os policiais descobriram o histórico da vítima através de depoimentos que ela própria deu aos policiais da DHPP. “Ela foi testemunha da morte do namorado. Nesse depoimento, ela declarou ser usuária de drogas. Por isso, agora vamos investigar essa outra nova hipótese para o crime”, explicou a delegada Sabrina Alexandrino.

A investigação da DHPP descobriu, com um trabalho minucioso do Instituto de Identificação, quem seria a vítima. Conforme as investigações, ela foi namorada de um rapaz, que seria traficante e foi morto por causa das drogas. Essa informação leva os policiais a acreditarem que o motivo da morte da mulher seja o mesmo.

O próximo passo da investigação, conforme a delegada, é encontrar mais testemunhas. “Também buscamos ainda descobrir o motivo do crime, localizar o local onde esse assassinato aconteceu e, principalmente, descobrir se existe uma terceira pessoa”.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]