i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Curitiba

Reforma no centro de esportes da Praça Oswaldo Cruz atrasa e término fica para o 2.° semestre

  • PorGiselle Ulbrich, da Tribuna
  • 09/05/2016 16:51
 | Felipe Rosa/Gazeta do Povo
| Foto: Felipe Rosa/Gazeta do Povo

A reforma do Centro de Esportes e Lazer Dirceu Graeser, que fica dentro da Praça Oswaldo Cruz, em frente ao Shopping Curitiba, no Centro de Curitiba, atrasou por diversos problemas durante o andamento e precisará de mais tempo e dinheiro para continuar. Na placa em frente, o orçamento é de mais de R$ 3 milhões. A data de inicio da reforma foi 23 de fevereiro de 2015. Já a data prevista para o término foi apagada e um novo prazo está em estudo pela prefeitura, em conjunto com o Governo Federal e Caixa Econômica Federal. A obra foi prometida para fevereiro deste ano. O aditivo financeiro também só deve ser divulgado depois de aprovado.

O centro de esportes e lazer, com piscina para natação e quadra poliesportiva coberta, está fechado desde dezembro de 2013. Inaugurado em 1976, o local vinha recebendo apenas os reparos essenciais. O maior conserto foi a troca do piso de madeira da quadra. Mas como o telhado não foi reformado e continuou com goteiras, deteriorando a madeira. Várias tábuas ficaram levantadas e havia risco de acidentes. Por isso o local foi interditado em 2013.

Felipe Rosa/Gazeta do Povo

Outra reivindicação antiga dos usuários do centro de esportes era a cobertura da piscina, que apesar de aquecida, ficava a céu aberto. Em dias muito frios, era impossível sair da água aquecida e pegar o vento gelado. “Passava vários meses fechada. Poderia sair um talento olímpico daqui. Mas como a piscina abria muito pouco, quem iria conseguir treinar? Sem contar que a concorrência é grande. Eu me inscrevi, mas nunca consegui vaga”, lamentou a advogada aposentada Maria Lígia Nardi, 63 anos.

A reforma está em andamento. Além do novo piso e telhado da quadra, a piscina agora vai ser coberta. Os banheiros e vestiários também estão sendo reformados. Um operário que trabalhava informou que são necessários mais três meses de obra.

Por que atrasou?

A Prefeitura explicou que, durante as escavações, foram encontradas tubulações e antigos tanques de óleo com risco de impacto ambiental, acarretando novos serviços. A empresa responsável pela execução da obra foi autuada pelo Ministério Público do Trabalho e ficou impedida de dar andamento normal da obra até as devidas regularizações solicitadas.

Os recursos para reforma no centro de esportes são do governo federal, a contrapartida da prefeitura é de apenas 15%. Ocorreram atrasos no repasse de recursos. Também foram necessárias adequações a legislação vigente do projeto da parte elétrica do ginásio e piscina e também na reforma da pista de caminhada, além da aprovação do Corpo de Bombeiros.

A previsão de conclusão é para o segundo semestre. Com a elaboração do aditivo ao contrato, uma nova data de entrega em conjunto com o Governo Federal, Prefeitura de Curitiba e Caixa Econômica Federal esta sendo preparada.

Felipe Rosa/Gazeta do Povo

Reforma de um lado, abandono de outro

O Centro de Esportes e Lazer Dirceu Graeser, na Praça Oswaldo Cruz, deve ficar bonito após a reforma. Já o restante da praça, que tem pista de caminhada, outra de corrida, uma quadra poliesportiva a céu aberto, aparelhos de ginástica, parquinho e academia ao ar livre, ainda não receberam a mesma atenção. “Moro na redondeza há 22 anos. Essa praça sempre foi assim. Com exceção da academia ao ar livre, nunca vi nada diferente”, lamentou a advogada aposentada Maria Lígia Nardi, 63.

Ela mostrou a quantidade de prédios ao redor da Oswaldo Cruz e lamentou que aquela é a única praça que os moradores próximos dispões pra lazer. “Pagamos um IPTU altíssimo nessa região. E quase nenhuma melhoria foi feita aqui. Olha esse parquinho. Tá sempre assim, sujo (com folhas, galhos de árvores e lixo), com brinquedos velhos e sem manutenção. Que criança quer brincar aqui?”, reclamou a advogada.

Catando uma capa de tablet jogada na grama para jogar na lixeira, ela também lamentou o lixo que as pessoas jogam no local e não é limpo, sem contar os “namoros em excesso” que os jovens que frequentam o shopping nos fins de semana praticam pelos cantos da praça. Ela costuma caminhar pelo local todos os dias e reclama que, em muitos pedaços, as raízes de árvores já quebraram o asfalto.

Reforma

Depois de concluída a reforma do Centro de Esportes, o restante da praça deverá ganhar melhorias. Segundo a Secretaria do Meio Ambiente, haverá a substituição das estruturas metálicas da banca de revistas, reforma da pista de caminhada e revitalização do parquinho infantil e da quadra poliesportiva externa.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.