Três missas serão realizadas nesta terça-feira (7) na Escola Estadual Santa Cândida, em Curitiba, para relembrar os sete dias de morte da estudante Bárbara Silveira Alves, de 16 anos, que foi vítima de um disparo de uma arma de um policial militar durante um suposto tiroteio entre policiais à paisana e suspeitos de um assalto no bairro Santa Cândida. O protesto, que estava marcado para o mesmo dia, foi adiado para sábado (11).

A secretaria do colégio confirmou que as missas estão programadas para as 8h, 9h e 10h30 desta terça-feira e serão realizadas no auditório do colégio. Já o protesto ainda não tem horário definido, segundo a secretaria, mas vai ocorrer no sábado, provavelmente na parte da manhã, e será realizado em frente a Paróquia Santa Cândida, que fica na Rua Pe. João Wislinski, 755.

Bárbara foi morta após sair do colégio em que estudava, na parte da manhã, e passar pelo local onde policiais militares à paisana atiraram em suspeitos de um assalto a um restaurante que fica perto da escola. Dois homens participaram de um assalto ao estabelecimento e os policiais presenciaram a ação e reagiram.

Laudo revela que bala saiu da arma de policial

Testemunhas ouvidas pela reportagem da Gazeta do Povo relataram que foram quatro disparos que teriam partido do local onde estavam os PMs à paisana estavam. Além de atingir a adolescente, os disparos acertaram muros e uma placa. O laudo do Instituto de Criminalística revelou que, de fato, a bala que atingiu a garota saiu de uma arma de um policial militar.

O caso foi desmembrado após o laudo. A Delegacia de Furtos e Roubos (DFR), que conduzia toda a investigação, agora cuida apenas do assalto. A morte da menina, que tem autoria conhecida, passa a ser investigada pelo 4° Distrito Policial (DP). O delegado Jairo Estorilio, titular da delegacia, disse que ainda não teve acesso ao inquérito, mas que as investigações devem prosseguir durante esta semana.

Com a identificação da bala que atingiu a adolescente, a Polícia Militar prometeu se posicionar sobre o assunto nesta terça-feira.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]