Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Chuva deixou muitos estragos no bairro Caximba, em Curitiba | Jonathan Campos/Agência de Notícias Gazeta do Povo
Chuva deixou muitos estragos no bairro Caximba, em Curitiba| Foto: Jonathan Campos/Agência de Notícias Gazeta do Povo

Nos municípios

Nas localidades afetadas pelas chuvas, as doações também podem ser feitas nas unidades do Corpo de Bombeiros. Confira aqui os endereços.

Leitores registram chuva e estragos no PR

Fez fotos da chuva e dos estragos no Paraná? Envie para a Galeria do leitor da Gazeta do Povo. Clique aqui para enviar e também para visualizar as imagens.

Sem energia elétrica e água

As chuvas que causaram estragos em boa parte do estado no fim de semana ainda deixam residências sem abastecimento de energia elétrica na manhã desta segunda-feira.

Segundo a Copel, 26 mil domicílios permanecem sem luz, sendo que as regiões Oeste e Sudoeste concentram mais da metade dos afetados. A companhia destaca que 600 eletricistas trabalham para reestabelecer o serviço em todo estado.

A falta de abastecimento de energia e a inundação de estações de captação também prejudicam o abastecimento de água em vários municípios do estado. Segundo a Sanepar, 45 municípios têm problemas no fornecimento.

  • O excesso de água alagou pontes e impediu a passagem de veículos, nas proximidades de Irati
  • O excesso de água destruiu pontes e impediu a passagem de veículos, nas proximidades de Irati
  • O excesso de água destruiu pontes e impediu a passagem de veículos, nas proximidades de Irati
  • Chuva deixou muitos estragos no bairro Caximba, em Curitiba
  • Chuva deixou muitos estragos no bairro Caximba, em Curitiba
  • Chuva deixou muitos estragos no bairro Caximba, em Curitiba
  • Chuva deixou muitos estragos no bairro Caximba, em Curitiba
  • Chuva deixou muitos estragos no bairro Caximba, em Curitiba
  • Chuva deixou muitos estragos no bairro Caximba, em Curitiba
  • Ruas de Guarapuava ficaram alagadas com as fortes chuvas
  • Ruas de Guarapuava ficaram alagadas com as fortes chuvas
  • Ruas de Guarapuava ficaram alagadas com as fortes chuvas
  • Ruas de Guarapuava ficaram alagadas com as fortes chuvas
  • Ruas de Guarapuava ficaram alagadas com as fortes chuvas
  • Moradores improvisam ponte em São João do Triunfo, nos Campos Gerais
  • Os temporais também provocaram estragos em Cascavel, no Oeste do estado
  • Os temporais também provocaram estragos em Cascavel, no Oeste do estado
  • Os temporais também provocaram estragos em Cascavel, no Oeste do estado

Chegou a seis o número de desaparecidos por causa das chuvas deste fim de semana no Paraná. Até a manhã desta segunda-feira (9), a Defesa Civil contabilizava apenas uma pessoa desaparecida, em Guarapuava, no Centro-Sul. Contudo, os trabalhos de resgate iniciados nesta manhã apontam que há ainda outras três pessoas sem paradeiro identificado também na cidade, além de um desaparecido em Rebouças, e outro em Altamira.

IMAGENS: Veja fotos dos estragos causados pela chuva no Paraná

Mortes

As fortes chuvas que atingem o Paraná também deixaram um saldo de pelo menos nove mortes. Em Guarapuava, duas pessoas morreram, entre elas o jovem Leandro Bordiak, 29, que foi levado pela correnteza ao tentar fechar a porta de casa. Duas mortes foram registradas na noite deste sábado (7) na cidade de Medianeira. Andreia Luzia Borgmann da Silva, 20, e o filho Samuel da Silva, de apenas nove meses, retornavam do interior do município no carro da família que era conduzido por Eder Dorvalino da Silva. Ao tentar cruzar uma pequena ponte, o carro foi levado pela correnteza e arrastado por aproximadamente 200 metros.

Em Sulina, no Sudoeste do Paraná, Paulo Inácio Kaling, 39, morreu soterrado após sua casa ser atingida por um barranco que desmoronou.

Outra morte foi registrada por volta das 21 horas de sábado na PR-158, entre Rio Bonito do Iguaçu e Laranjeiras do Sul. Um carro rodou na pista molhada, bateu em uma árvore e caiu em córrego. Três pessoas estavam no automóvel e os bombeiros suspeitam que a passageira Marilei Eva Lambrecht, 41, tenha sido ejetada para fora. O corpo dela foi arrastado pela correnteza por aproximadamente 800 metros.

Em Quedas do Iguaçu, no Centro-Sul do estado, um deslizamento no início da tarde deste domingo destruiu uma casa. Segundo informações do Corpo de Bombeiros local, pelo menos uma pessoa morreu. Outra morte aconteceu em Guaraniaçu.

Situação de emergência

O excesso de chuvas registrado neste final de semana no Paraná levou o governador Beto Richa (PSDB) a decretar situação de emergência em 77 municípios do estado. A assinatura do decreto, que agiliza o recebimento de recursos do governo pelas administrações municipais, foi realizada por volta das 9 horas desta segunda-feira.

Balanço da Defesa Civil divulgado às 9 horas mostra que já chega a 86 o número de municípios paranaenses castigados pelas chuvas que assolaram o estado neste fim de semana. O relatório mostra que, desde sábado, 9.966 pessoas tiveram que sair de casa. Até esta manhã, 2.235 continuavam em abrigos improvisados ou casas de parentes.Chuva causa estragos no Paraná

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]