Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Anderson Coelho/Folha de Londrina
| Foto: Anderson Coelho/Folha de Londrina

Subiu para seis o número de mortos no acidente envolvendo um avião agrícola e uma Kombi que transportava trabalhadores em Londrina. Uma das vítimas - que estava internada com ferimentos graves - não resistiu e faleceu na madrugada desta quinta-feira (21). Assim como os outros cinco, ele estava no veículo atingido pela aeronave.

A colisão ocorreu no fim da tarde de quarta (20), na rodovia Carlos João Strass (PR-545), próximo ao Aeroporto 14-Bis, no distrito da Warta. Segundo testemunhas, a aeronave estava decolando, quando teria sofrido uma pane. O piloto tentou retornar para a pista, mas o avião perdeu altitude, bateu em um barranco e colidiu com o automóvel que passava pela estrada. Com o impacto, houve uma explosão.

A Kombi pertencia a uma empresa de pintura e transportava trabalhadores de Bela Vista do Paraíso para Londrina. De acordo com o Instituto Médico Legal (IML), faleceram no local do acidente: Cleverson Henrique Pereira, Flávio Tosi, Odirley de Oliveira Inácio, Renan Florêncio Fagundes e Rodolfo Florêncio Fagundes. Os corpos dos cinco já foram liberados. O nome da sexta vítima não havia sido divulgado pelo IML até o início da manhã desta quinta-feira.

Um outro ocupante da Kombi segue internado em estado grave. O piloto – que estava sozinho no avião – também permanece internado e seu quadro é estável.

A aeronave envolvida no acidente pertence à empresa Viagro Pulverização Aérea. O monomotor seguiria para Sandovalina (SP). Em entrevista para a RPC TV, um funcionário da empresa disse que o avião estava com as revisões em dia e com a documentação regular. Também informou que o piloto tinha experiência com mais de três mil horas de voo. “A documentação do piloto também estava tudo em dia. Enfim, [o avião] não estava apresentando nenhum problema”, explicou Marcelo de Abreu.

A Polícia Civil abriu um inquérito para apurar as causas do acidente, que também serão investigadas pela Aeronáutica. Peritos devem chegar em Londrina para analisar o caso já nesta quinta-feira (21).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]