Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A tarde de ontem foi marcada por três diferentes debates acerca da revisão do Plano Diretor de Curitiba, em curso neste ano, sob coordenação do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc). Enquanto na Câmara a Comissão de Urbanismo discutiu maneiras de melhorar a mobilidade urbana e o transporte público nos próximos dez anos, representantes de sindicatos participaram de uma reunião com a prefeita em exercício e secretária do Trabalho e Emprego, Mirian Gonçalves. Na pauta, a importância de integrar todos os setores da sociedade para a revisão da lei que dá diretrizes sobre o desenho da cidade.

Na Associação Comercial do Paraná (ACP), o tema "A cidade que queremos" norteou a Conferência de Gestão Territorial e Urbana. O evento foi aberto pelo arquiteto do Ippuc Miguel Roguski, que explicou as etapas de revisão do Plano Diretor e apontou as temáticas a serem discutidas no processo. A presidente da Agência Curitiba de Desenvolvimento, Gina Paladino, apresentou potencialidades econômicas e listou alguns pontos que podem ser abordados no plano, como incentivos fiscais e apoio a empreendedores, adensamento e zoneamento multifuncional – ou seja, moradia, trabalho e lazer coexistindo no mesmo espaço.

Os arquitetos Yumi Yama­waki e Orlando Ribeiro encerraram o seminário com exemplos de como outras cidades reabilitaram suas áreas urbanas. Para aprofundar os temas expostos no encontro, oficinas com técnicos, academia e empresários serão promovidas pela ACP.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]