i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Fronteira

Soldados da PM são acusados de matar sacoleiro

  • PorDenise Paro
  • 06/11/2007 20:28

Foz do Iguaçu – A Polícia Militar instaurou inquérito ontem para investigar a conduta de dois soldados durante uma ocorrência que resultou na morte do sacoleiro Luciano Aparecido Vicente Ferreira, 34 anos, com um tiro na cabeça. A morte ocorreu no último sábado na BR-277, em Santa Terezinha de Itaipu (Região Oeste do estado).

Os soldados teriam atirado contra o carro do sacoleiro durante uma perseguição iniciada em Foz do Iguaçu, logo após uma tentativa de abordagem, mas há a suspeita de que Ferreira tenha sido executado. O tenente do 14.° Batalhão da PM de Foz, Marcos Aparecido de Souza, diz que os policiais foram acionados para atender uma denúncia anônima de que havia um homem armado em um Vectra preto. Os PMs foram afastados preventivamente, até a conclusão do inquérito, previsto para 60 dias. O nome dos policiais não foi divulgado. "Os fatos serão minuciosamente investigados", diz. O Vectra, recolhido para perícia, está com marca de dez disparos, a maioria na parte traseira. Segundo a polícia, no carro havia um revólver calibre 38 com numeração raspada e dois cartuchos deflagrados, além de mercadorias do Paraguai.

O perito do Instituto de Criminalística, Décio Mittmann, diz que foi encontrada pólvora no ombro esquerdo e na face esquerda do sacoleiro. Isso significa que o tiro pode ter sido disparado perto da vítima. "É um indicativo de que o tiro foi próximo", explica.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.