Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Uma funcionária de um hospital no Texas que tratou um paciente de Ebola foi testada positivo para o vírus em um teste preliminar no laboratório de saúde pública. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças em Atlanta ainda fará um teste de confirmação, segundo comunicado publicado no site do Departamento de Saúde do Texas.

Oficiais disseram que a funcionária apresentou febre baixa na sexta-feira à noite e foi isolado. Os resultados preliminares foram recebidos somente no fim do dia de ontem. "Nós sabíamos que um segundo caso poderia ser uma realidade, e nós estávamos nos preparando para essa possibilidade", afirmou David Lakey, comissário para o Departamento dos Serviços de Saúde do Estado do Texas. "Nós estamos ampliando nossa equipe em Dallas e trabalhando com extrema diligência para evitar uma propagação maior", acrescentou.

Funcionários da saúde entrevistaram a paciente e estão identificando os contatos ou potenciais exposições. Todos que tiveram contato com a funcionário após a aparição dos sintomas serão monitorados.

A mulher, que de acordo com a emissora "CNN" é uma enfermeira, foi submetida a um segundo teste para confirmar o contágio, cujos resultados serão conhecidos ao longo do dia de hoje, explicou o diretor dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, sigla em inglês), Thomas Frieden, em uma conferência de imprensa.

A paciente utilizou o traje de proteção requerido, com macacão, luvas e máscara, durante seu contato com o doente, mas, "em algum momento, houve um falha no protocolo" de segurança que agora as autoridades dos CDC vão investigar, disse Frieden.

Thomas Eric Duncan, a primeira pessoa diagnosticada com Ebola nos EUA, morreu em Dallas na quarta-feira.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]