Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Doze pessoas morreram durante as ações da Polícia Militar (PM) no Rio de Janeiro desde a noite de terça-feira, segundo balanço da corporação. Deste total, oito morreram em confronto com policiais em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, um em Tuiuti e três na comunidade Faz Quem Quer, em Rocha Miranda. Um policial foi baleado no braço e está fora de perigo.

A Secretaria de Defesa do Estado do Rio de Janeiro confirmou nesta quarta que os presos que teriam participação na onda de crimes nos últimos dias podem ser transferidos para Porto Velho, em Rondônia, onde há disponibilidade de vagas. Após a confirmação por parte de Rondônia, o caso será passado para a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária, que deverá cuidar da transferência dos presos.

Na manhã de hoje, o ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto, afirmou que já colocou à disposição do Rio cerca de 50 vagas nos quatro presídios federais, Catanduvas, no Paraná, Campo Grande, em Mato Grosso do Sul, Porto Velho, em Rondônia, e Mossoró, no Rio Grande do Norte, para a transferência dos detentos.

Ônibus

Segundo a Rio-Ônibus, cinco coletivos foram incendiados nos últimos dias, causando um prejuízo de R$ 1,2 milhão. Ao todo, 15 veículos foram incendiados no Rio.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]