Ao final da temporada, serviço de coleta volta a ser de responsabilidade dos municípios do Litoral | Hedeson Alves/Gazeta do Povo
Ao final da temporada, serviço de coleta volta a ser de responsabilidade dos municípios do Litoral| Foto: Hedeson Alves/Gazeta do Povo

Os veranistas que estiveram no Litoral paranaense durante o carnaval deste ano deixaram 36% a mais de lixo nos municípios de Matinhos, Pontal do Paraná e Guaratuba do que no feriado do ano passado. No total o volume chegou a 1,141 mil tonelada de resíduos recolhidos na orla e nas residências entre sábado (13) e terça-feira (16). Em 2009 a geração de lixo nas três cidades no mesmo período foi de 838,8 toneladas. Os dados foram divulgados pela Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sema) nesta quarta-feira (17).

O município com maior geração de lixo foi Matinhos, com 441 toneladas no volume total. Em 2009 foram 322 toneladas. Um aumento de 37% em relação ao ano passado. Já Guaratuba teve o maior crescimento percentual de resíduos, com aumento de 39,59% em relação ao carnaval passado. São 375 toneladas contra 268,6 toneladas da temporada anterior.

Pontal do Paraná foi o que gerou menos lixo: 324,6 toneladas. Essa quantidade representa 31,4% a mais do que foi produzido em 2009, quando foram coletadas 247,7 toneladas.

Segundo o secretário de Estado do Meio Ambiente, Rasca Rodrigues, o aumento no volume de lixo se deve a um crescimento também no número de veranistas nas praias do estado este ano. "Calculamos que cerca de 300 mil pessoas a mais estiveram nos três municípios durante o período. Não porque esse carnaval foi muito bom, mas porque o anterior havia sido muito fraco", explica. Se comparados com os números de 2008, o crescimento no volume de lixo representa apenas 5,8%.

Os números não incluem o lixo reciclável. Durante a temporada de verão o governo do estado assume a coleta de lixo nos municípios do Litoral. Ao todo, foram investidos cerca de R$ 4 milhões nesse trabalho, que deve continuar até dia 22 de fevereiro. Depois dessa data, os municípios assumem novamente a prestação do serviço.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]